Sustentabilidade

Bela Gil convoca seguidores nas redes sociais e muda votação sobre proibição de agrotóxico

por: Redação Hypeness

Uma consulta pública promovida pela Anvisa sobre a proibição ou não do Carbofurano, um tipo de agrotóxico, pendia para a vitória da manutenção do produto até que a apresentadora Bela Gil interveio por meio de sua página no Facebook.

Antes da postagem de Bela, 64% dos votos indicavam que o impacto da proibição seria de modo geral negativo. Meia hora depois do post, o resultado se inverteu, com 68% dos votos considerando a medida positiva.

3 Resultado da votação antes do post

 

4 Resultado meia hora após a publicação de Bela

O carbofurano é usado principalmente nas culturas de batata, milho e soja, entre outras. Se trata de um pesticida com objetivo de eliminar insetos que afetam a produção. O problema é que, segundo o parecer técnico de José Carlos Moutinho, diretor da Anvisa, o produto é “mais perigoso ao homem do que os testes de laboratório com animais tenham podido demonstrar”.

Além disso, o produto também ameaça animais nativos, especialmente as aves. No parecer técnico, o banimento é sugerido porque “o carbofurano tem potencial para provocar má-formações e mutações e provocar danos ao sistema reprodutor. A substância é capaz, até, de atravessar a barreira placentária e provocar alterações no feto”.

A substância é proibida em países da União Europeia, no Canadá, nos Estados Unidos e na China.

Após o resultado, uma comissão técnica da Anvisa vai avaliar o caso e decidir pela exclusão, suspensão ou permanência do produto entre a lista de permitidos.

2 1

Imagens: Reprodução

Com informações do Nexo.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
 Companhia aérea adota copos comestíveis para substituir descartáveis