Inspiração

Mulheres que optarem pelo parto em casa receberão apoio de R$ 16 mil no Reino Unido

por: Redação Hypeness

Se no Brasil a cesariana representa mais da metade dos mais de 3 milhões de partos realizados anualmente, na Inglaterra não só o parto natural é o método mais utilizado e aconselhado, como o Serviço Nacional de Saúde britânico (NHS) irá oferecer, a partir de 2018, o valor de 3 mil libras (aproximadamente 16 mil reais) para que mães contratem parteiras e possam dar à luz em suas próprias casas.

O programa visa atender gestantes de baixo risco, que não apresentem doença ou irregularidade. Para o NHS, em uma gestão de baixo risco o parto domiciliar é mais barato e mais seguro do que em um hospital.

São diversas as pesquisas pelo mundo que concordam com esse diagnóstico, apontando que o parto domiciliar, por estimular o processo natural, impede o uso de diversos procedimentos agressivos e invasivos, cada vez mais considerados desnecessários (como a episiotomia, corte realizado na região do períneo da mãe, tido hoje como uma violência obstétrica). Além disso, o parto em casa permite que a mãe e o bebê vivenciem essa experiência única com conforto e intimidade.

PARTO2

O principal objetivo do programa é oferecer opções às mães. A sugestão é que o uso do dinheiro seja planejado entre a mãe, a parteira e o médico, e a opção pelo parto em hospitais logicamente permanecerá. Estará nas mãos da mãe optar pelo que lhe parecer melhor.

Os dados brasileiros contrariam a tendência dos países considerados desenvolvidos, onde o parto natural é maioria, e o parto domiciliar – que por aqui segue alvo de críticas e é desaconselhado por conselhos de medicina – cresce anualmente.

PARTO1

Um estudo norte-americano de 2005 mostrou que, das mais de 5.000 participantes que realizaram parto domiciliar, 12% tiveram de ser transferidas para um hospital, e somente 3,7% precisaram de cesariana. A conclusão da pesquisa mostra que o resultado dos partos domiciliares é virtualmente idêntico ao dos partos hospitalares de baixo risco.

PARTO7

O tema divide opiniões, e seja qual for a decisão da mãe, ela deve sempre estar assistida por profissionais, e plena de opções caso precise ir para um hospital. Afinal, o melhor parto continua sendo aquele que a mãe e o bebê chegam ao fim do processo juntos e com saúde.

PARTO4

Recentemente o Hypeness mostrou o belo e intenso registro que um pai realizou de um parto domiciliar. Relembre.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mari Palma conta que pai deficiente visual fica à frente da TV para ouví-la