Inspiração

A história da mulher que conheceu seu doador anônimo de esperma e criou uma linda família com ele

por: Redação Hypeness

Nem sempre as coisas precisam acontecer na ordem que esperamos que aconteçam – principalmente em se tratando de amor. Foi o caso de Aminah Hart e Scott Andersen, que primeiro tiveram uma filha, para só então se conhecerem, se apaixonarem, começarem uma relação, até se casarem, em 2015.

AMINAH2

Parece confuso, mas é fácil de compreender – e se comover. Aminah teve sua primeira filha, Leila, por inseminação artificial em 2012, através de uma doação anônima de esperma. Ela tinha 42 anos, e decidiu que queria conhecer o doador. Dois anos depois, eles estavam casados.

 PX*10651459

O desejo de conhecer o doador não costuma ser comum, mas Aminah o quis por ter crescido ela mesma sem um pai, e por não querer o mesmo caminho para a filha. A sorte lhe sorriu quando ela descobriu que Scott, o doador, havia dito para a clínica que gostaria de conhecer uma eventual criança que nascesse de sua doação.

 AMINAH1

E foi assim que eles, antes de sequer trocarem o primeiro “olá,” já possuíam o maior vínculo. Esse vínculo se transformou em afeto, e os dois rapidamente se apaixonaram.

 AMINAH4

Parece tanto uma fábula de amor perfeita, com pitadas precisas de acaso, que de fato se tornou um livro. Aminah escreveu “How I Met Your Father” (“Como Conheci Seu Pai”, em clara alusão à série estaduniense de sucesso com o mesmo nome, mas se referindo à mãe) para contar essa incrível história – que, como não poderia deixar de ser, se tornará em breve um filme.

AMINAH5

Um desavisado que vir o filme pode pensar que algo assim jamais aconteceria na vida real, mas a vida real não cansa de nos mostrar que ela pode ser mais inventiva do que qualquer escritor.

Todas as fotos: Divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nova Zelândia (outra vez) mostra criatividade para falar aos jovens sobre pornô