Inspiração

A mensagem viral de uma escola de SP após abolir datas comemorativas e criar o “Dia da Família”

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Uma escola municipal de São Paulo tomou uma corajosa iniciativa para tornar o ambiente escolar mais tolerante e inclusivo. Foi decidido, após muita discussão, deixar de lado a comemoração de algumas datas instituídas, como o Dia das Mães e Pais e também datas religiosas (como Páscoa e Natal).

Segundo a direção, eles passaram a questionar a celebração de algumas datas e o prejuízo que isso pode causar nas crianças, visto que várias delas se sentiriam excluídas, como uma criança criada por duas mães, ou então uma que não seguisse a religião católica. Isso sem contar o lado comercial que estas datas acabaram tomando, distanciando as crianças do verdadeiro sentido delas, fazendo-as ligar carinho a presentes e consumo.

Tem família que não tem mãe, família que não tem pai, famílias dos mais variados tipos. Por que dar tanto valor para o Dia das Mães e dos Pais sabendo que não corresponde à realidade de todas as nossas crianças? Não seria muito melhor fazer o “Dia da Família”? Achamos que sim”, defende a direção.

Emei1

Pensando nisso, a escola resolveu passar a comemorar o Dia da Família, onde todas as crianças se sentiriam representadas, seja por suas duas mães, por seu pai solteiro, ou até mesmo pela sua mãe e pai. No Emei Des. Dalmo do Valle Nogueira, todos os tipos de família são bem-vindos, sem discriminação. Um belo exemplo à sociedade!

Leia na íntegra a carta enviada aos pais, que já viralizou na web:

Prezadas famílias,

Em mais um ano de bastante discussão, a escola resolveu não realizar eventos nas tradicionais “datas comemorativas” (páscoa, dia das mães, dia dos pais, natal, etc). Achamos importante dividir com vocês algumas razões:

1) As datas comemorativas foram tomadas por um aspecto muito comercial (compras, presentes, consumo) e reforçar essa ideia (do carinho estar necessariamente ligado ao presente) não faz parte dos nossos objetivos;

2) Dia das mães e dia dos pais desconsideram a diversidade das famílias existentes. Tem família que não tem mãe presente, família que não tem pai, famílias dos mais variados tipos. Por que dar tanto valor para o dia das mães e dos pais sabendo que não corresponde à realidade de todas nossas crianças? Não seria muito melhor fazer “dia da família”? Achamos que sim!

3) A escola pública é laica e não professa nenhum credo, respeitando a pluralidade de religiões de nosso povo. Portanto, datas comemorativas cristãs não serão tema do nosso dia a dia por também considerarmos que a religião é da intimidade de cada família e deve ser tratada em casa.

4) Algumas festas insistem em colocar as crianças em “apresentações” que acabam se tornando uma tortura para professoras e crianças: ensaios, vergonha de participar e se apresentar, tristeza pela ausência de um familiar na apresentação, choro… Podemos brincar muito de cantar e dançar na escola sem ter que passar por momentos como esse. A intenção da apresentação tem que surgir da própria criança, e não somente responder a um desejo do adulto.

A nossa escola é espaço de cultura brasileira e trabalharemos para ampliar o repertório de todas as crianças, sem discriminação e exclusões. Todas as famílias são bem vindas nos eventos abertos e também para conhecer o nosso trabalho, que busca trazer novidades e conhecimentos, sempre respeitando as crianças pequenas e seu modo vivo e alegre de ser.

Atenciosamente,

Emei Des. Dalmo do Valle Nogueira.

Emei2

Sobre datas comemorativas…Prezadas famílias, Em mais um ano de bastante discussão, a escola resolveu não realizar…

Posted by Emei Dalmo Do Valle Nogueira on Monday, 21 March 2016

Todas as fotos © Emei Des. Dalmo do Valle Nogueira

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
40 toneladas de meias velhas são transformadas em cobertor