Inovação

Ganja Yoga Studio: entenda como são as aulas que misturam yoga e maconha

por: Redação Hypeness

Sete pessoas estão deitadas em círculo no centro de uma sala pequena, à luz de velas. Panos de seda coloridos envolvem o teto provocando uma atmosfera quente e aconchegante. O primeiro baseado é aceso. Bem-vindo ao Ganja Yoga Studio.

civilized

Altar em Toronto. Via Civilized.

Origens

A prática tem seus primeiro indícios na Califórnia, onde a erva já é legalizada para o uso medicinal desde os anos 1990. E há mais de 3 anos a atividade começou a ganhar força e espaço nos estúdios. Os encontros dividem-se entre aqueles que já vêm fumados de casa e uma maioria que compartilha a ganja em grupo.

liz-yoga

ganja-yoga-class

Liz McDonald em sua academia chamada de Brazilian Yoga (SIM) na aula chamada de 420 Remedy Yoga, que começa com cinco minutos de atraso, às 16h25. Via The New York Times.

Como acontece

A maconha pode vir para fumar ou então eles passam uma sacola cheia de vapor de THC para inalação. E os primeiros 15, 30 minutos são destinados ao consumo. Os próximos 90 – ou até as próximas 7 horas – ficam para a prática do exercício.

Apesar de alguns discordarem dizendo que a maconha tira o foco da yoga, os praticantes dizem que é ao contrário. Além disso, eles comentam que sentem uma sensação grande de pertencimento junto ao grupo e que, assim como a viagem já promete a brisa, os sentidos ficam mais aguçados permitindo que você ouça a sua própria respiração ou então seus ossos estalando.

Como dito acima, há uma sala em Toronto que começa a aula na sexta-feira, às 20h30, e ninguém sai antes das 4h. Lá tem cházinho, lanche, água e até colírio. A professora desta sessão usa o vapor do THC e passa para os alunos com a mensagem “inspire e pense em uma intenção que você quer compartilhar aqui”.

aula-yoga

ganja-yoga

ganja-saco-thc

Uma casa de ganja Yoga em Toronto. (Este é o ritual com a sacola das várias e várias horas). Via Civilized.

Ainda neste espaço, as doses canábicas aumentam de acordo com o estado de meditação que a pessoa quer chegar. E por isso as muitas horas em grupo (que também deixam em aberto um momento de introspecção e reflexão individual). É tanto tempo que não dá mais para parar de imaginar o quão incrível isso deve ser…

“A maconha torna tudo mais especial. Ela traz o senso de comunidade entre os yogis e quem vem pela primeira vez sempre volta para a segunda. Um único mantra repetido por todos os presentes nos sintoniza e nos prepara para cada jornada. É tudo interno.”, dizem os alunos. Imagina a brisa!

yoga-crazy

yogaeganha

Fotos: Facebook e Giphy

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem cego cria bastão que usa Google Maps e sensores para guiá-lo