Inspiração

Aos 12 anos ele menstruou e começou a ter barba e assim descobriu que era interssexual

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Audrey Butler nasceu, cresceu e foi criado como uma menina. Aos 12 anos, porém, Audrey menstruou pela primeira vez e, ao mesmo tempo, percebeu que sua barba começava a crescer. Na pequena cidade canadense em que vivia, ninguém soube identificar sua condição. Audrey era intersexual, alguém que anatômica, genética e hormonalmente não é nem completamente masculino, nem feminino. Hoje Audrey se chama Alec Butler e é um renomado roteirista e cineasta canadense.

ALEC1

Na época, médicos chegaram a sugerir a internação de Alec em um sanatório, até que ele aprendesse a ser e se comportar como uma menina. Sua sorte foi que seus pais, ultrajados, decidiram fazer de tudo para amar e cuidar de seu filho, fosse como fosse. Alec sentia-se e queria ser menino, e começou a sofrer bullyng intenso na escola e na sociedade por sua condição.

ALEC3

A razão de sua condição, segundo suas pesquisas, está em um remédio chamado Progestin, que sua mãe tomou durante sua gestação. Apesar das perseguições e do sofrimento que o preconceito lhe trouxe, Alec é uma pessoa saudável e feliz com seu corpo – ele gosta inclusive de ter seios. A dificuldade que permanece, segundo ele conta, é para os relacionamentos, pois de fato tudo é bastante diferente.

ALEC5

Alec toma testosterona para equilibrar seus hormônios, e se vê cada vez mais identificado e feliz com a crescente comunidade não-binária no Canadá e por todo o mundo. Não sente necessidade de se enclausurar em um gênero somente, e gosta de ser confundido como menina e menino.

ALEC2

Como sempre, o verdadeiro problema das perfeitas imperfeições que todos trazemos não está na pessoa, mas sim no olhar de quem vê.

ALEC4

ALEC6

ALEC7

© fotos: Alec Butler/Divulgação

Recentemente o Hypeness mostrou um ensaio fotográfico com jovens que não se identificam com nenhum gênero. Relembre.

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Meu coração é só amor’: Veruska, viúva de Boechat, reencontra aliança do marido