Inspiração

Homem envia gorjeta uma semana depois para garçonete que lhe atendeu

18 • 04 • 2016 às 07:48
Atualizada em 18 • 04 • 2016 às 09:49
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Sabe quando você vai num restaurante e as coisas estão todas impecáveis? A comida ótima, o atendimento perfeito, ambiente legal e tudo mais… Só que, na hora da gorjeta, nem sempre a gente lembra da trabalheira que dá para manter tudo direitinho. Por sorte, sempre é tempo de reconhecer o trabalho de quem serve nosso jantar com toda a dedicação, como fez o cliente de um restaurante em Boston, nos Estados Unidos.

Uma semana depois de jantar, ele resolveu enviar uma correção da gorjeta que havia oferecido à garçonete que o atendeu. Junto com uma carta de desculpas endereçada a ela, o cliente enviou US$ 15 extras destinados à gorjeta. A história foi contada pelo usuário dior show, amigo da atendente, através do serviço Reddit.

recado1

Foto © dior_show

“Tricia,

Eu estava jantando na sexta-feira passada com minha mulher, minha irmã e meu cunhado. Você era nossa garçonete e nós tivemos uma refeição fabulosa. Por alguma razão – talvez por estarmos apressados para ir a um show, eu calculei mal sua gorjeta e acabei oferecendo menos do que o esperado. Eu deixei US$ 16,50 em uma conta de US$ 132,30. Eu não sei o que me fez pensar sobre isso, mas eu verifiquei online minha conta do American Express e confirmei meu erro. Eu peço desculpas – foi somente um descuido. Como eu disso, a refeição estava ótima e seu serviço foi perfeito. O resto da noite foi bem também com um ótimo show. Espero que os US$ 15,00 incluídos acertem as coisas. Eu só espero que cheguem a você. Muito obrigado e desculpas!”

Nos Estados Unidos é comum deixar gorjetas mais altas do que em outras partes do mundo, chegando comumente a 20% do valor da conta. Segundo um dos comentários na rede, isso se explicaria pelos baixos preços pagos a quem trabalha no atendimento – em alguns casos, o valor pago por hora a um trabalhador chega a US$ 2, em um país com um alto custo de vida.

Foto destaque via

Publicidade

Canais Especiais Hypeness