Inspiração

A resposta desse restaurante a clientes que discriminaram um garçom autista foi a melhor

02 • 05 • 2016 às 07:07
Atualizada em 02 • 05 • 2016 às 10:04
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Quem sofre com algum tipo de deficiência costuma ter ainda mais dificuldade para encontrar trabalho. Aqui no Brasil já existem até leis para dar uma forcinha para que ninguém seja discriminado nesse sentido, mas ainda há muito a avançar. Por sorte, sempre há lugares onde essas diferenças se tornam menores ainda, como este restaurante localizado na cidade de Worsley, na Inglaterra.

Mike Jennings, proprietário do Restaurante Grenache, viu um de seus funcionários ser discriminado por clientes do estabelecimento e desabafou no Facebook sobre o ocorrido no dia 3 de março. O alvo do preconceito havia sido o atendente autista Andy Foster, de 45 anos, que trabalha há apenas 3 semanas na empresa.

preconceito1

Imagem: Reprodução Facebook. Veja a publicação aqui

“Hoje passamos o dia reconstruindo a autoestima de um dos membros da nossa equipe, depois de ele ter sido desrespeitado e discriminado por uma mesa no jantar de ontem à noite.

‘Qual é o problema dele?’ e ‘por que você deu esse trabalho para ele?’, os clientes perguntaram…

Aqui no Grenache, nós contratamos nossos funcionários com base na experiência e paixão pelo trabalho… e NÃO pela cor de sua pele, pela aparência, pela quantidade de tatuagens, pelo tamanho das roupas, pelas crenças religiosas ou por doenças. Nós não discriminamos!

Mas se você FAZ ISSO… então, por favor, não reserve uma mesa no Grenache. Você não merece nosso tempo, esforço, nem RESPEITO!”

Infelizmente, apesar da postura louvável o restaurante fechou suas portas em meados deste mês, segundo relata outra publicação realizada através da página do Facebook do estabelecimento.

preconceito2

preconceito4

Fotos © Manchester Evening News

preconceito3

Foto: Reprodução Facebook

Publicidade

Canais Especiais Hypeness