Estilo

As mulheres estão querendo (e conseguindo) banir de vez a obrigatoriedade do salto alto

por: Clara Caldeira


Há um mês fui convidada por uma grande amiga para ser madrinha de um casamento. Como não sou muito adepta das convenções na hora de me vestir, logo comecei a elaborar meu look diferentão e de imediato uma questão me veio à cabeça: quero abandonar de vez o salto alto. E foi o que eu fiz. O modelo que sempre me causou imenso desconforto, dores e instabilidade foi definitivamente deixado de lado e essa foi uma decisão libertadora. Por sorte, parece que não sou só eu que estou nessa vibe.

Tudo começou quando a britânica Nicola Thorp foi mandada de volta pra casa por se recusar a usar salto alto no trabalho. Indignada, a atriz criou uma petição no parlamento do país para impedir que as empresas façam exigências quanto a esse tipo de calçado. A iniciativa viralizou rapidamente e em quatro dias o documento já tinha mais de 120 mil assinaturas. Agora, a questão terá que ser discutida pelas autoridades.

Nicola Nicola Thorp

A discussão ganhou ainda mais força com a última edição do Festival de Cannes. Depois de muitas reclamações após a edição do ano passado, quando algumas atrizes foram barradas por usarem flats, neste ano os protestos foram além e Julia Roberts, Kristen Stewart, Sasha Lane fizeram questão de passar descalças pelos seguranças e posar sem sapatos para as fotos. Arrasaram garotas! o/

As gêmeas Olsen também decidiram botar os pés no chão e lançaram uma coleção de sapatos por sua marca The Row, que mostra como é possível ficar elegantérrima mesmo sem subir no salto. Boa meninas! A decisão veio também em sintonia com a denúncia feita por uma garçonete, que postou nas redes sociais uma foto de seus pés machucados por ser obrigada a usar salto no trabalho.

mary-kate-e-ashley-olsen-estilistas-aclamadas-01

pes-sangrando

O resultado de toda essa mobilização nós vamos acompanhar nos próximos dias, meses, anos, mas para quem ainda não entendeu a importância do empoderamento feminino está aí um exemplo bem ilustrativo. Por que passar a vida oprimida por uma convenção social nada saudável não é mesmo? Nada contra você miga (sua loka) que ama salto, a ideia é mesmo que cada uma de nós possa se vestir como bem entende sacou?

Ah, eu também arrasei no look do casório mesmo sem salto viu? Pra minha sorte, a noiva (MARAVILHOSA) não se importou nem um pouquinho com esse detalhe:

camila_heitor-244

Fotografia: Rafael Vaz

Manas, nós estamos virando esse mundão de ponta cabeça! 😉

anigif_enhanced-28065-1448638039-21

Imagens: reprodução

Publicidade


Clara Caldeira
Jornalista, comunicóloga, frenética, dona de brechó frustrada, mora no meio do mato e gosta mais de comer que de dormir. Acredita em ET, saci e horóscopo, mas duvida de um monte de outras coisas que se diz por aí. Gosta mais de arte que de lasanha (contradição?) e acredita que a cultura pode salvar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Quer cobrir uma tattoo? Então, pense em fundo preto com flores