Sustentabilidade

Cidade finlandesa oferece cartão de viagens com € 20 grátis a motoristas que optam por transporte público

por: Redação Hypeness

Já pensou que mundo legal seria se aquele direito de ir e vir fosse levado mais a sério do que nunca e o transporte público fosse de graça? Tipo, poder ir para qualquer lugar da cidade sem gastar nadica de nada com isso? É, alguns moradores da cidade de Turku, na Finlândia, já contam com esse benefício, mas é por tempo limitado.

A ideia do Departamento de Trânsito da região, o Föli, é incentivar que pessoas troquem o carro pelo transporte público. Para isso, a administração ofereceu cartões de ônibus pré-pagos no valor de € 20 a todas as pessoas com habilitação que ainda não possuam um cartão de transporte – a ação começou no início de fevereiro e foi até o dia 27 de março.

turku1

Foto via / Foto destaque © Henrietta Lehtinen / Yle

Já no primeiro mês, cerca de 5 mil motoristas se cadastraram para obter o benefício. A expectativa é que, após a experiência, uma parcela da população impactada pela iniciativa passe a trocar os veículos privados pelo transporte público, ao menos algumas vezes por semana. Por isso mesmo, o cartão será recarregado automaticamente após o término dos créditos – dessa vez, os custos correm por conta do usuário.

Turku é a terceira maior cidade da Finlândia, país que tem um dos sistemas de transporte mais inovadores do mundo. Entre as inovações mais recentes nesse sentido, estão a possibilidade de um passageiro pagar pela viagem através do smartphone e uma redução de tarifa de táxis para pessoas que vivam em áreas rurais, que deverá entrar em funcionamento ainda neste outono.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Pegada de carbono do mundo dos esportes pode ser comparada a de um país inteiro