Inspiração

Em protesto, página reúne últimas palavras de jovens negros mortos pela PM

por: Redação Hypeness

Enquanto as últimas palavras de algumas personalidades são eternizadas na memória, outras são esquecidas com a mesma crueldade e injustiça com que essas próprias vidas esquecidas foram tiradas. Foi para iluminar o horror dos milhares de assassinatos cometidos contra jovens negros, e manter ecoando essas vozes encerradas, que a página As Últimas Palavras de Jovens Negros foi criada.

PALAVRAS4

Relatando notícias referentes a esses assassinatos, mas principalmente registrando centenas de últimas palavras de jovens, muitas vezes crianças, antes de serem assassinados – na grande maioria dos casos, pela polícia – a página já reúne mais de 16 mil likes. E os relatos são como um chute no meio de nossas esperanças.

PALAVRAS8

PALAVRAS7

“Por que o senhor atirou em mim?”, perguntou Douglas Rodrigues, de 17 anos, em espanto. Alan de Souza Lima, de 15 anos, tentou se explicar: “a gente estava só brincando, senhor”. Lucas Custódio, de 16 anos, suplicou: “não precisa me matar, senhor”. Herinaldo Vinicius de Santana vaticinou: “quero a minha mãe…”. Tudo foi em vão, e todos os nomes aqui citados terminaram assassinados.

PALAVRAS3

PALAVRAS2

A morte de Douglas, baleado pela polícia sem motivo algum, e sua última e fundamental pergunta, dispararam uma forte campanha, reunindo diversos artistas negros para repetirem a questão.

O desejo dos administradores da página é de fazer “ecoar as vozes dos mortos para que cheguem a todos que não puderam ouvir naquele momento”. Uma triste missão, cumprida pela página com a força de um tiro no coração.

PALAVRAS6

PALAVRAS5

PALAVRAS1

© imagens: Facebook

O Hypeness havia mostrado em reportagem a série americana que faz o mesmo levante, registrando as frases derradeiras de homens negros mortos pela polícia nos EUA. Relembre.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Projeto celebra afeto com chamada de vídeo entre pacientes com coronavírus e familiares