Inovação

Entenda por que o ‘Uber da gasolina’ está gerando polêmica nos EUA

05 • 05 • 2016 às 09:00
Atualizada em 05 • 05 • 2016 às 10:19
Redação Hypeness
Redação Hypeness Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Com a ajuda da tecnologia, tudo que parece fácil e simples pode ficar mais fácil e simples ainda. Um exemplo disso é esta nova moda nos Estados Unidos: um aplicativo que agenda o abastecimento do seu carro sem que você precise dirigir até o posto de gasolina mais próximo. É, a preguiça parece ter alcançado um novo nível!

Serviços do gênero são disponibilizados por várias empresas no país, como Filld, WeFuel, Yoshi, Purple e Booster Fuels. Usando os aplicativos das empresas, clientes podem agendar uma marcação para que um caminhão de abastecimento vá até o local indicado e abasteça o veículo. O preço do combustível é cobrado de acordo com o valor mais baixo encontrado nos postos próximos ao local onde o carro estiver, mais um adicional de US$ 5 (cerca de R$ 17).

uber2

Foto: Reprodução

Porém, o serviço está gerando polêmica pois algumas das empresas que oferecem a facilidade têm seus veículos dirigidos por pessoas sem habilitação específica para o transporte de materiais inflamáveis, caso da gasolina, o que pode comprometer a segurança do negócio. Além disso, há entidades que defendem que até mesmo o transporte do combustível desta maneira seja considerado ilegal segundo a lei americana.

uber1

Foto © Michael Short/Bloomberg

Publicidade

Canais Especiais Hypeness