Inspiração

Após namorado ser morto, ele virou Mr. Gay Síria e lançou um movimento pela causa LGBT no Oriente Médio

por: Redação Hypeness

Entre tudo que se ouve falar sobre a Síria e os refugiados provenientes do país, raramente a homofobia é uma das pautas. Apesar disso, o problema é bastante grave no território, onde membros do Estado Islâmico atiram homens acusados de serem gays do alto de edifícios para uma multidão assistir. Se sobrevivem à queda, eles são apedrejados até a morte pelo grupo.

O sírio Hussein Sabat se deparou com a violência quando seu namorado Zakaria, com quem mantinha uma relação há quatro anos, foi decapitado pelo EI e uma gravação da morte foi enviada à família da vítima. Dois anos depois, os arredores de sua cidade natal, Afrin, começaram a ser bombardeados pelo Estado Islâmico e ele se viu obrigado a fugir da Síria. Hoje, vive na Turquia, um país relativamente mais liberal, mas ainda assim bastante repressivo em relação à comunidade LGBT.

Sabat soube a respeito da competição Mr. Gay Síria através de um grupo de apoio LGBT que participa junto ao organizador do evento, Mahmoud Hassino. A ideia era realizar uma competição para que o vencedor pudesse representar o país no concurso Mr. Gay World.

siria1

siria7

siria5

Apresentações durante o concurso Mr. Gay Síria

A princípio, Sabat não quis se inscrever por pensar que o concurso envolveria apenas a aparência, mas acabou entrando na ideia após perceber que o que estava em jogo era a causa LGBT e o mais importante não seria o físico dos participantes, mas sua capacidade de falar em prol da causaEste ponto foi tão decisivo que uma das fases do processo é uma entrevista em que os organizadores buscam ter certeza de que os candidatos são capazes de aguentar a pressão e o risco de se tornarem alvo de ataques homofóbicos.

Após o processo, cinco competidores participaram do Mr, Gay Síria. Durante o evento, cada um deles tinha 3 minutos para apresentar o seu melhor: houve quem fizesse um sedutor strip-tease e até mesmo quem dançasse de salto alto. Sabat optou por uma apresentação mais contida e venceu a competição vestindo calça e camiseta após apresentar um monólogo impactante sobre o sofrimento dos gays no mundo árabe.

siria8

siria3

Hussein Sabat é coroado Mr. Gay Síria

siria2

Hussein Sabat comemora seu aniversário entre amigos

Mesmo tendo sido coroado Mr. Gay Síria, ele esconde sua sexualidade de seus pais. Eles não se conectam a sites e outras mídias do ocidente e, portante, Sabat não tem medo de que eles descubram a verdade. Segundo o jovem de 24 anos, a família o levaria a um médico para “ser tratado” se descobrisse que ele era homossexual e ele provavelmente seria expulso de casa. Por isso, prefere não falar sobre o assunto com familiares, assim como a maioria dos gays sírios.

É graças à perseguição contra gays no país que Sabat decidiu que precisava chamar a atenção para o assunto. O concurso também originou uma campanha para que mais refugiados gays consigam asilo na Europa, onde terão a oportunidade de viver sua sexualidade de maneira mais livre.

siria9

siria4

Apesar dos esforços, Sabat não pode representar o país no concurso Mr. Gay World, pois seu visto para viajar até Malta, onde a competição ocorreu, foi negado um dia antes da viagem. O organizador do concurso Mr. Gay Síria, Mahmoud Hassino, que vive na Alemanha, foi à competição em seu lugar, mas desistiu no terceiro dia, quando teria que participar de uma competição em trajes de banho.

Para ele, a competição era uma maneira de chamar a atenção para a causa e não apenas explorar o corpo dos participantes e foi isso que o fez desistir. A história foi documentada pelo fotógrafo Bradley Secker.

siria12

siria11

Competidores do Mr. Gay World em um passeio por Malta

siria10

siria6

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Que fofo! Avô pinta unha de neta enquanto ela se recupera de cirurgia