Inspiração

Jovem escreve poema viral sobre o que os homens não sabem acerca de beleza e pelos corporais

por: Redação Hypeness

O texto de uma mulher indiana sobre como lidar com o pelo corporal tornou-se viral, atingindo cerca de 40 mil likes e mais de 9 mil compartilhamentos em alguns dias no Facebook. Mais um sinal de que precisamos falar sobre isso!

A indiana Naina Kataria se sentiu inspirada após sair para ver um filme com um cara. “Nós estávamos vendo a propaganda sobre lâminas para mulheres quando eu falei que celebridades não deveriam fazer propaganda para esse tipo de produto que manda uma mensagem de que você precisa ter isso para ser bonita, contou ela ao Mashable. E sabe o que o lindo respondeu? “MEU DEUS, você é demasiado feminista”.

Sendo assim, quando eu faço minha sobrancelha e depilo todo o meu corpo eu não acho que deva acreditar quando ele me diz que eu sou bonita, pois aquela não sou necessariamente eu. Ele não sabe a tortura que é se encaixar nesse tipo de padrão“, completa Naina. “Eu tenho certeza de que ele não gostaria de mim com a sobrancelha cheia, pernas peludas… Ou seja, [este amor] é uma ilusão.

BodyHair

Naina escreveu então o poema abaixo, acompanhado da foto, e ele virou uma brilhante reflexão sobre padrões de beleza, verdades que temos como absolutas, mas que podem não passar de construções que precisam ser questionadas.

Tradução livre feita pelo Hypeness e abaixo o poema original:

“Quando um homem me fala

Eu sou linda

Eu não acredito nele.

Em vez disso, eu relembro os dias no colégio

Quando não importava o quão boa eu era

Porque eu sempre era a garota com bigode

Ele não sabe como é isso 

de crescer em uma família maternal

em que seu corpo é o único que

que deve aumentar o orgulho de seu pai

enquanto sua mãe senta e se lamenta

‘Não é nada feminino’

Ele não conhece a adolescente

que se completa com 

consolações vazias

de ser amada por quem ela é – algum dia.

Ele não conhece a hipocrisia

Ele não sabe do mundo que

diz para ‘você ser quem é’:

e te vende um adorável creme depilatório

na mesma porra de fôlego

Ele não sabe o que é uma cera quente e um laser

cujo o único propósito é

substituir sua pele inocente

com sua própria marca de feminilidade

Ele não sabe do creme Veet e do descolorante

que arranca seu pelo robusto

em nome da higiene

Higiene que, quando seguida pelos homens,

faz deles gays e menos homens

Ele não sabe como sobrancelhas indisciplinadas são domadas

e como monocelha é uma morte silenciosa

tudo para preservar a beleza

E dos milagres de tortura que acontecem

no interior das portas marcadas com

“SÓ MULHERES”

Assim, quando um homem me chama de bonita
Eu dou um sorriso; um sorriso que se manteve
Depois de tudo o que esse ‘strip’ me tirou
E eu o desafio
A esperar
Até que meu pelo cresça de volta.”

“When a man tells me
I’m beautiful
I don’t believe him.
Instead, I relive my days in high school
When no matter how good…”

Publicado por Infinite Entropy em Segunda, 2 de maio de 2016

Todas as imagens: Reprodução Facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Camelô procura cliente que entregou nota de R$ 100 por engano