Estilo

7 motivos para você adotar o chimarrão nesse inverno

por: Mari Dutra

Publicidade Anuncie

Inverno aqui no Rio Grande do Sul é quase sinônimo de chimarrão. Tudo bem que gaúcho de verdade toma “um chimas” (nosso apelido carinhoso para a bebida) até quando está calor, mas isso é outra história. Quando esfria é que as cuias saem de vez do armário e qualquer hora se torna perfeita para tomar um mate com os amigos.

Eu, como gaúcha de Porto Alegre, convivi desde pequena com a bebida, apesar de ter começado a apreciar o chimarrão só mais tarde – e até hoje não saber preparar um decentemente… É que existe muito mito em torno da bebida e até quem deprecie a maneira como nossos vizinhos uruguaios e argentinos preparam o chimarrão (já eu sou fã do mate argentino, mas é segredo).

A bebida que herdamos dos guaranis e caiangangues também já foi proibida na sul do Brasil, no século XVI. Nessa época, ela era considerada a “erva do diabo” pelos padres jesuítas. Como o chimarrão acabou sendo substituído por doses extras de bebidas alcoólicas, os jesuítas mudaram de opinião e liberaram novamente o consumo de mate a partir do século XVII. A fama é tanta que hoje tem até cerveja feita de erva-mate por estas bandas e o copo tem formato de cuia.

mate1

Foto: Tano4595

Mas vamos falar dos benefícios do chimarrão?

1. Esquenta

Hoje pela manhã fez 6ºC aqui em Porto Alegre e a previsão para os próximos dias é de que esfrie mais. No interior, o frio costuma ser ainda pior. Ou seja, no inverno, não tem benefício mais importante que a possibilidade de esquentar o corpo enquanto toma um chimarrão.

2. É um estimulante

Tem quem troque o café pela erva-mate por causa disso durante a manhã. É que a erva é um estimulante mental e muscular que também possui cafeína.

3. Ele é diurético

Graças às propriedades diuréticas, o chimarrão é ótimo para quem tem retenção de líquidos. O problema surge justamente quando você toma demais a bebida e passa o dia com vontade de fazer xixi!

mate3

Foto: Arcaion

4. Tem antioxidantes

Esquece aquele monte de cremes para a pele. A erva-mate tem compostos antioxidantes que ajudam a combater o envelhecimento celular.

5. Super nutritivo

A erva-mate tem diversas vitaminas importantes para nosso organismo, como B1, B2, C, E e D, além de sais minerais como ferro, fósforo, potássio e manganês. Ou seja, é quase um alimento completo na forma de bebida.

6. Bom pro coração

O mate tem ação ação vasodilatadora e hipolipemiante. Ou seja, ajuda na redução dos níveis de colesterol ruim, auxiliando na prevenção de doenças cardíacas e vasculares.

7. É digestivo

Assim como o cafezinho, o chimarrão também possui propriedades digestivas, sendo perfeito para ajudar a digerir aquele delicioso churrasco de domingo.

mate2

Foto: Gabi Sakamoto / Foto destaque: Yola goulart

Mesmo assim, vale lembrar a bebida deve ser evitada por hipertensos e também pode causar sintomas desagradáveis se consumida em excesso, como queda na taxa de glicose, ansiedade, enxaqueca e refluxo. Outra dica é que é importante não beber o chimarrão muito quente (ou “pelando“, como diríamos por aqui), pois isso pode causar lesões na boca e na garganta, o que contribui para o aparecimento de tumores no esôfago – os gaúchos são campeões nos casos da doença.

Por sinal, a erva-mate também está associada ao aparecimento de alguns tipos de câncer graças a um dos herbicidas usados em sua plantação. Nesse caso, é só optar pelo consumo de uma erva orgânica que você fica livre do problema! 😉

mate

Publicidade Anuncie


Mari Dutra
Depois de viver na Argentina, na Irlanda e na Romênia, percebeu que poderia carimbar o passaporte mais vezes caso trabalhasse remotamente. Hoje escreve para o Hypeness e mantém um blog de viagens, o Quase Nômade, em que conta mais de suas experiências pelo mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
10 famosas que aderiram aos pêlos para inspirar quem quer abandonar depilação