Arte

A grafiteira baiana que pinta – e espalha – lições de feminismo

por: Redação Hypeness


Ela ilustra outdoors e movimenta debate sobre gênero com sua série LUTO, que nasceu em 2012 e persiste ate hoje com a intenção de dar voz ao protagonismo à mulher, direto de Salvador. Conheça essa guerrilha mais literal e que passeia tanto pelo ativismo como pela arte urbana.

Talitha Andrade é mulher, grafiteira e levanta em seus desenhos questionamentos sobre temas como de identidades de gênero, sexualidades, binariedades, machismo e sexismo – violências que atingem, especialmente, o gênero feminino. Guerrilheira Urbana e Artista de Fachada, como se autointitula, ela também é feminista, lésbica e lutadora empenhada em questões ligadas ao setor das Artes Visuais e pelo direito à cidade.

Junto da comunidade soteropolitana, ela segue com o LUTO e mudando de localidade a cada duas semanas ela consegue dialogar com a população. E. para a artista, sua última série representa mulheres femininas e empoderadas.

Dá só uma olhada:

Essse LUTO é no centro novo de Salvador… P n esquecer nossa cruel história…

A post shared by LUTO (@talithandrade) on



#luto #recifusion #osmurosfalam

Uma foto publicada por Talitha Andrade (@talithandrade) a

TalithaFem1

Todas as fotos © Talitha Andrade

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O amor deste ambulante ao ver Mano Brown em Salvador é puro Carnaval