Inspiração

Estas crianças de 3 e 4 anos venderam limonada em parada LGBT para ajudar as vítimas de Orlando

por: Redação Hypeness

As paradas LGBT costumam ser momentos de celebração, mas neste ano a de Nova York teve motivo para ser mais séria: o assassinato de 49 pessoas em uma boate gay de Orlando. Mas seriedade não é tristeza, e três crianças mostraram que há motivos para se animar na luta por um futuro melhor.

Michelle Madden levou seu filho Finn Madden, de 4 anos, e os amigos Sam Bernstein, também de 4 anos, e Dean Haines, de 3, para vender limonada na rua. Cada copo custava 1 dólar e um cookie de arco-íris vinha de brinde. O dinheiro arrecadado por eles foi destinado a uma organização de apoio às vítimas do massacre de Orlando.

sub-buzz-8676-1466976295-11

As crianças fizeram sucesso, levantando 117 dólares e só parando de vender porque acabaram os copos. O menino Finn disse ter recebido 20 dólares de gorjeta e ter vendido limonada para três policiais só na primeira hora com a barraca montada.

Michelle contou ao NY Times que, quando falou para o filho sobre a Parada, ele disse que era óbvio que as pessoas deveriam poder se casar com quem elas quiserem. Ele também ficou chocado quando a mãe explicou o que aconteceu em Orlando, e Michelle destacou que acha maravilhoso que as crianças estejam crescendo em um mundo com mais igualdade – ainda que tanta gente se esforce para ir no movimento contrário.

sub-buzz-30293-1466976087-8

sub-buzz-4649-1466976085-14

sub-buzz-8786-1466976086-5

sub-buzz-3884-1466977037-6

sub-buzz-5351-1466976081-5

sub-buzz-5198-1466976083-4

sub-buzz-7951-1466976082-19

Todas as fotos © Michelle Madden e Stephanie Bernstein

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ilha devolvida a indígenas na Califórnia é vitória sem precedentes na luta por direitos dos povos originários