Criatividade

Celebridades protestam contra violência policial em vídeo que lista maneiras de ser morto sendo negro

por: Tuka Pereira

Infelizmente, os conflitos raciais nos Estados Unidos são um tema bastante recorrente. No entanto, nas últimas semanas os nervos estão ainda mais à flor da pele. Isso devido aos assassinatos de Alton Sterling e Philando Castile, dois jovens afro-americanos inocentes que foram mortos pela polícia.

Milhares de pessoas têm saídos às ruas em todo país para protestar contra a violência policial que continua vitimando vidas inocentes devido a cor de suas peles. E as celebridades decidiram reforçar o movimento.

violencia_interna

Em um vídeo intitulado “23 maneiras de ser morto se você é negro na América”, famosos como Alicia Keys, Pink, Beyoncé, Bono, Adam Levine, Rihanna, entre outros, citam nomes de afro-americanos mortos pela polícia em situações banais, sem ter cometido nenhum tipo de crime.

Fotos das vítimas aparecem junto com os motivos pelos quais foram assassinadas. Fatos como “vender CD do lado de fora do supermercado” e “andar no carro da namorada com uma criança no banco traseiro”, foram citados pelos artistas que aparecem no vídeo.

Assista:

Publicidade


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
9 receitas deliciosas para uma ceia de Natal vegana e plant based