Design

Esta mulher encontrou a melhor forma de protestar contra os comentários racistas e misóginos de sua chefe

por: Redação Hypeness

Por mais que o mundo evolua e que o preconceito seja combatido, e temos dado aqui vários exemplos, parece que tem sempre gente que ainda não entendeu. E no mercado de trabalho, infelizmente, os casos se sucedem.

Este June J Rivas, uma mulher cuja chefe no novo trabalho definia como “pouco profissional” uma série de coisas que ela vestia e usava. Cabelo atado com rabo de cavalo? “Pouco profissional“. Cabelo em tranças? “Pouco profissional“. Cabelo com um lenço? Você já adivinhou. Foi aí que ela decidiu escrever uma queixa contra a chefe, visto que o contrato de trabalho era bem claro: “nenhum código de vestimenta. Apenas ser limpo e arrumado“.

Mas claro que o orgulho de chefona iria falar mais alto. O que ela fez? Elaborou um novo código, proibindo todos os itens acima, e mais alguns, incluindo cintas, chapéus, sandálias, decote e até acessórios para a cabeça ‘culturais’.

JuneOutfit1

Acontece (e ainda bem!) que June é cosplay e o novo código de conduta não fala nada sobre isso. Então, além de denunciar sua chefe ao Equal Opportunities Employment Commission (em tradução livre, a Comissão pra Igualdade de Oportunidades de Emprego), ela decidiu se divertir. E a internet amou:

JuneOutfit3

JuneOutfit4

JuneOutfit5

JuneOutfit6

JuneOutfit7

JuneOutfit8

JuneOutfit2

Todas as fotos © June J Rivas

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Para driblar a quarentena, família encomenda pub no jardim de casa e resultado impressiona