Inspiração

A jovem refugiada que nadou 3 horas em mar aberto pra salvar vidas emocionou a todos nas Olimpíadas do RJ

por: Redação Hypeness

Enquanto alguns atletas se preparam por quatro anos para viver seu auge em uma Olimpíada, há os raros que passam a vida em uma intensa competição – tornando-se um herói do esporte dentro e fora dos Jogos. E isso nada tem a ver com vencer ou não uma medalha.

YusraM7

Com apenas 18 anos e o tempo de 1:09.21s, a atleta síria Yusra Mardini venceu sua bateria, mas não chegou nem perto de se classificar para a semifinal olímpica dos 100m nado borboleta no Rio de Janeiro, no sábado passado. Ainda assim, ela foi o grande destaque do dia, para muito além da medalha que disputou: há um ano Yusra estava nadando para salvar a sua vida, de sua irmã e a de outros 18 refugiados de se afogarem no mar Egeu.

YusraM3

A guerra em seu país levou a Yusra e sua irmã a deixarem a Síria, atravessarem o Líbano e a Turquia até tentarem chegar à Grécia através de um bote. Trinta minutos depois de deixarem a Turquia, o motor do bote – que carregava 20 pessoas apesar da capacidade para somente 6 – parou de funcionar e o bote começou a ameaçar afundar. Yusra, sua irmã e outras duas pessoas – as únicas que também sabia nadar – saltaram ao mar e por três horas e meia carregaram o barco no braços até alcançarem a costa grega.

 YusraM9

“Sem nadar eu nunca estaria viva agora”, afirma Yusra, sem medo de exagerar ou soar demagógica. “Eu segurei com uma mão a corda presa ao bote, enquanto movia minhas pernas e um braço. Foram três horas e meia na água gelada. Seu corpo parece que vai parar. Não sei se sou capaz de descrever”, lembra.

YusraM8

YusraM6

Ela e sua irmã, depois de chegarem na Grécia, ainda viajaram pela Macedonia, Sérvia, Hungria e Áustria até chegarem à Alemanha, onde hoje vivem.

 YusraM5

Talvez, diante da história de Yusra, seja possível entender o que é o tal espírito olímpico que tanto se fala: a possibilidade de marcar seu nome na história de um grande encontro entre povos, mais do que uma competição, para muito além de sua posição em um ranking ou sua presença em um pódio.

YusraM4

Yusra ficou dez segundos abaixo da marca classificatória, e ainda assim é possível afirmar que ninguém mais do que ela é uma campeã na natação.

YusraM1

YusraM2

© fotos: divulgação/Getty Images

*O Canal Olímpico Hypeness foi criado para todos aqueles que são adeptos da transformação, da superação e da inclusão. Para os que viram a história sendo escrita a cada nova medalha e para os que esperam por ela. Neste canal o Hypeness vai contar histórias inspiradoras e atletas que fazem a diferença. E você vai perceber que, muito para lá do esporte, este é um evento de celebração da vida.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Bebê que nasceu em pleno voo vai andar de avião de graça para sempre