Inspiração

Elke Maravilha foi ‘brincar de outra coisa’ e o Brasil ficou mais pobre

por: Redação Hypeness

Morreu na madrugada desta terça-feira, dia 16 de agosto Elke Maravilha, figura icônica do Brasil. Aos 71 anos, a mulhermanequim, modelo e atriz nascida na Rússia, de onde saiu ainda jovem, antes de se deixar morrer de amores por terras brasileiras, deixa um legado de alegria, liberdade, respeito e vontade de viver.

A notícia foi confirmada através de uma mensagem postada no perfil da artista no Facebook. “Avisamos que nossa Elke já não está por aqui conosco. Como ela mesma dizia, foi brincar de outra coisa. Que todos os deuses que ela tanto amava estejam com ela nessa viagem. Eros anikate mahan (O amor é invencível nas batalhas). (Crianças, conviver é o grande barato da vida, aproveitem e convivam)”, diz o texto.

Nascida na Rússia em 1945 como Elke Georgievna Grunnupp, ela chegou aos 8 anos de idade no Brasil e se apaixonou. De lá para cá, o que se viu foi um amor mútuo entre Elka e o povo brasileiro, que, longe de terminar, perdurará na memória dos que tiverem a felicidade de cruzar com sua obra.

ElkeMaravilha2

Elke Maravilha estava internada na Casa de Saúde Pinheiro Machado, no bairro de Laranjeiras, Rio de Janeiro, há cerca de um mês, devido a uma úlcera, e esta madrugada acabou mesmo por falecer.

A Elke, à família e aos afortunados que com ela mantiveram uma relação de amizade, o Hypeness manifesta suas condolências, na certeza de que seu legado continuará servindo de inspiração as gerações futuras.

ElkeMaravilha3

ElkeMaravilha1

Todas as imagens: Reprodução Internet

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Este senhor fofo finalmente conseguiu pagar uma dívida de 14 dólares que tinha desde os anos 1950