Arte

Esta foi eleita a cena de cinema mais triste de todos os tempos; assista

23 • 08 • 2016 às 10:33 Vitor Paiva
Vitor Paiva   Redator Vitor Paiva é jornalista, escritor, pesquisador e músico. Nascido no Rio de Janeiro, é Doutor em Literatura, Cultura e Contemporaneidade pela PUC-Rio. Trabalhou em diversas publicações desde o início dos anos 2000, escrevendo especialmente sobre música, literatura, contracultura e história da arte.

Para muitos, nada é tão triste na história do cinema quanto o final de Titanic; para outros, a morte do pai de Simba, no desenho animado Rei Leão é imbatível; historicamente, porém, nenhuma cena parecia mais comovente do que a morte da mãe de Bambi. Foi preciso convocar a ciência para comprovar qual seria a cena mais triste de todos os tempos da história do cinema – e, pasmem, o resultado não é nenhum dos exemplos citados.

Champ3

De acordo com pesquisa realizada por cientistas da Universidade da California, a cena mais triste da história do cinema é do filme O Campeão, de Franco Zeffirelli, de 1979.

Champ4

A cena acontece como auge do filme, na qual o personagem que dá título ao filme, um boxeador vivido por Jon Voight, morre diante do filho de apenas 9 anos. Em prantos o menino, vivido brilhantemente por Ricky Schroder, numa daquela assombrosas interpretações infantis, suplica: “campeão, acorde!”.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=SU7NGJw0kR8″ width=”628″]

A pesquisa reuniu 250 filmes e cerca de 500 voluntários para assisti-los. Os pesquisadores Robert Levenson e James Gross observaram e documentaram as reações diante de cada filme. A cena campeã foi a mais eficiente em provocar lágrimas nos espectadores.

Champ2

Desde então, o trecho do filme de Zeffirelli passou a ser usado em outras pesquisas e experiências científicas mundo a fora. O debate sobre a cena mais triste da história, porém, não se encerra aqui, pois a pesquisa só utilizou filmes realizados até 1995. Será que existe, nos últimos 20 anos, cena mais devastadora do que essa?

Champ1

© fotos: reprodução

Publicidade

Canais Especiais Hypeness