Debate

Este homem está pagando as multas de mulheres que usam ‘burkinis’ na França

por: Redação Hypeness

Rachid Nekkaz é o nome do empresário muçulmano que está dando o que falar na França. De origem argelina e nascido em Paris, ele afirma já ter pago mais de 243 mil euros (quase R$ 900 mil) em multas de mulheres que usem burka ou hijab nas ruas francesas.

A lei nasceu há cinco anos em França e as multas pelo uso dos trajes podem chegar a 150 euros. Apesar de já ter anos de execução, a proibição nunca foi consensual e tem gerado intenso debate, especialmente nesta semana em que uma mulher foi obrigada a despir seu ‘burkini’ em uma praia na costa francesa:

“Pergunta do dia: Quantos policiais armados são precisos para forçar uma mulher a se despir em público?”

De um lado estão os que defendem que as mulheres são alvo de preconceito ao vestir trajes conotados com a religião muçulmana e que, por isso, eles devem ser proibidos; do outro estão os que afirmam que a proibição atenta contra os direitos fundamentais de uma mulher vestir o que bem entender.

Nekkaz, empresário do ramo imobiliário, está desde 2011 pagando as multas pelo uso de véus que cubram o rosto e decidiu agora fazer o mesmo para o chamado ‘burquíni‘ (um biquíni que cobre as mulheres da cabeça aos tornozelos). Ele já ajudou cinco mulheres desde que esta proibição entrou em vigor no mês passado, em Cannes. Hoje são mais de 20 municípios com a mesma regra.

Para Nekkaz não restam dúvidas de que a proibição “é deplorável“. Ele garante que sua ideia não é ir contra a lei – por isso as multas são pagas seguindo todos os meios legais -, mas mostrar como “essas mulheres estão sofrendo” e como o próprio espírito francês é abalado.

Para o empresário, este ato não é mais do que defender as mulheres e os direitos humanos. Ele disse, inclusive, em entrevista ao jornal britânico Telegraph, que não é um “muçulmano típico” e que não se trata de concordar ou não com o uso dos véus ou de qualquer outro traje. Citando Voltaire, Nekkaz afirma: “Ainda que eu não concorde, eu vou brigar até a morte para dar, a essas pessoas, a possibilidade de expressarem sua opinião e se vestirem como quiserem. Isso é liberdade. É uma questão de princípios.”

epa03366113 A young Turkish woman cools off while wearing a burkini at an open-air bath in Berlin, Germany, 20 August 2012.  EPA/STEPHANIE PILICK

epa03366113 A young Turkish woman cools off while wearing a burkini at an open-air bath in Berlin, Germany, 20 August 2012. EPA/STEPHANIE PILICK

O empresário diz que já contatou todos os departamentos de polícia dos municípios onde a lei do ‘burquíni’ está sendo aplicada para que enviem as multas diretamente para ele, mas que não obteve nenhuma resposta.

E você, o que achou disso? Conta pra gente nos comentários!

Burquini1

Todas as imagens: Reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher tenta retirar prêmio da Mega-Sena com falsificação bizarra e viraliza