Viagem

O que podemos aprender com a hashtag que está fazendo sucesso após o discurso de Michelle Obama

por: Redação Hypeness

Não é só no Brasil que a política tem trazido à tona o pior de nós; com as eleições presidenciais mais conturbadas das últimas décadas se aproximando nos EUA, as convenções dos partidos Democrata e Republicano oficializaram enfim as candidaturas de Hillary Clinton e Donald Trump. No lado republicano, porém, o deputado Steve King, apoiador da campanha de Trump, em um programa de TV achou justo questionar qual afinal teria sido a contribuição dos negros e outras minorias pelo desenvolvimento da sociedade – o que evidentemente provocou reações intensas.

Ironicamente, do lado democrata a convenção não só teve seu auge no comovente discurso da primeira dama Michelle Obama, como o evento foi encerrado com o discurso de três mulheres negras. Para celebra-las, e ao mesmo tempo responder ao deputado republicano, usuários do twitter criaram a hashtag #BlackWomenDidThat (Mulheres Negras Fizeram Isso), ilustrando de forma didática ao preconceituoso questionamento de King.

Rapidamente, milhares aderiram à campanha, postando fotos e textos de grandes mulheres negras e seus feitos. A dura realidade dos negros no país ao longo da história (que obviamente se espelha na igualmente dura realidade em qualquer lugar do mundo) parece perfeitamente ilustrada através dos tweets e postagens, mostrando a quantidade de barreiras superadas para que pudessem conquistar seus direitos. A própria Michelle foi usada como exemplo.

BWDT1

De algo nocivo como o questionamento do deputado, ao menos algo bonito pôde surgir. Se ele quiser responder sua pergunta, basta procurar pela hashtag e aprender um pouco.

Bessie Coleman, a primeira mulher negra a pilotar um avião.

Bessie Coleman, a primeira mulher negra a pilotar um avião.

Dra. Mae Jamison, médica, astronauta da NASA e a primeira mulher negra a ir ao espaço.

Dra. Mae Jamison, médica, astronauta da NASA e a primeira mulher negra a ir ao espaço.

Shirley Chisom, a primeira deputada negra dos EUA ("Se eles não dão um lugar à mesa, traga uma cadeira dobrável")

Shirley Chisom, a primeira deputada negra dos EUA (“Se eles não dão um lugar à mesa, traga uma cadeira dobrável”)

Madame CJ Walker, empreendedora, filantrópica, ativista, a primeira mulher milionária.

Madame CJ Walker, empreendedora, filantrópica, ativista, a primeira mulher milionária.

Rosa Parks, ativista, trouxe atenção nacional à questão dos direitos civis para os negros, ao assédio de homens brancos e ao assédio sexual.

Rosa Parks, ativista, trouxe atenção nacional à questão dos direitos civis para os negros, ao assédio de homens brancos e ao assédio sexual.

Hale Berry, que em 2002 se tornou a primeira mulher negra a ganhar o Oscar de melhor atriz.

Hale Berry, que em 2002 se tornou a primeira mulher negra a ganhar o Oscar de melhor atriz.

Laverne Cox, atriz trans e ativista pelos direitos trans

Laverne Cox, atriz trans e ativista pelos direitos trans.

Claressa Shields, primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro no boxe em jogos olímpicos.

Claressa Shields, primeira mulher a ganhar uma medalha de ouro no boxe em jogos olímpicos.

O humor também serviu para ilustrar os feitos das mulheres negras.

Soul Food, comida típica do sul dos EUA (as mulheres negras também fizeram isso).

Soul Food, comida típica do sul dos EUA (as mulheres negras de fato fizeram isso).

© fotos: reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A estação de rádio no Pólo Norte que transmite jazz e blues do topo do mundo