Inovação

Carona a pé: crianças criam grupo para ir caminhando juntas e com segurança até a escola

por: Redação Hypeness

Na época dos nossos pais e avós, o hábito de ir à pé para a escola era muito comum. Hoje, em algumas regiões do país você ainda vê crianças e adolescentes indo sozinhos para a aula, mas nas grandes cidades, todos temos ciência de que é inviável deixar uma criança andar sozinha pela rua.

Para ajudar a solucionar este problema, a professora Carolina Padilha, de um colégio na região central de São Paulo, resolveu criar um projeto inovador. É o Carona a Pé, onde crianças, acompanhadas por dois adultos (um no início e outro no fim da fila), vão caminhando juntas para a aula.

Captura de Tela 2016-08-31 às 16.20.50

Captura de Tela 2016-08-31 às 16.20.41

A primeira rota começou a funcionar em julho de 2015, e contou com grande adesão de pais e filhos. Uma mãe ajudou com o site, outra com o termo de consentimento dos pais, e até as crianças deram sugestões, como a criação de pontos de encontro para quem mora mais longe poder participar.

Captura de Tela 2016-08-31 às 16.20.32

Hoje, o Carona a Pé é um sucesso, e conta com a participação de 80 crianças e 24 pais e professores, além de ter 8 rotas diferentes. E após a divulgação da iniciativa na internet, pais de outras escolas a procuraram para replicar o projeto.

Captura de Tela 2016-08-31 às 16.20.11

Uma inteligente forma de melhorar o trânsito, colaborar com o meio ambiente, fazer exercícios e proporcionar uma nova e diferente experiência aos alunos! Fica a dica para você levar a ideia para a sua cidade também.

Imagens © Karime Xavier/Folha Press e Reprodução Facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: Nasa inventa dispositivo que te impede de tocar o próprio rosto