Debate

Como podemos combater o internauta que defende o direito de homens estuprarem filhas

por: Redação Hypeness

Um “homem” de 23 anos chamado Mallone Morais definiu um novo fundo do poço não só para o lado sombrio da internet brasileira, mas para a humanidade como um todo. Em vídeos, Mallone – que, seja como for, possui sérios problemas mentais – defende a legalização da pornografia infantil e, o horror, que os pais violentem sexualmente suas filhas ainda crianças como forma de iniciação e educação sexual.

denuncia2

Mallone Morais Mallone Morais

Os vídeos foram apagados do youtube, e o conteúdo é tão doentio e bizarro que não merece maiores detalhes – o que importa é a gravidade e a propagação desse tipo gesto na rede. O youtuber Felipe Neto, em vídeo recente, levantou uma possível tese, ligando as chans (espécie de fóruns anônimos na internet) a não só esse como diversos outros ataques súbitos e inexplicáveis de racismo, homofobia, pedofilia e outras patologias sociais propagados pela internet.

Existem, no entanto – e isso é importante que saibamos – alguns meios e caminhos para se denunciar esse e diversos outros tipos de crimes de ódio virtuais. O portal da Polícia Federal possui uma página exclusiva para denúncias de crimes digitais de todo tipo, incluindo pornografia infantil e crimes de ódio. Outro serviço é o Disque 100, um atendimento telefônico e virtual da ouvidoria do governo federal, feito para se denunciar atentados contra os direitos humanos – incluindo ataques virtuais.

denuncia4

Há também o Humaniza Redes – Pacto Nacional de Enfrentamento às Violações de Direitos Humanos na internet. Trata-se de uma iniciativa do Governo Federal, para garantir mais segurança na rede, principalmente para as crianças e adolescentes, e enfrentar violações de Direitos Humanos que acontecem online. É possível realizar denúncias diretamente no site.

No mais, no próprio Youtube você pode tanto denunciar um vídeo, quanto sinalizar um comentário ou um canal. Um tutorial ensina como solicitar a retirada de um vídeo do Youtube – eles garantes que as denúncias são apuradas o tempo todo. Denunciar, mesmo que no virtual, é o primeiro passo que podemos dar para que o mundo real se livre desse tipo de doença. Mallone já foi antes preso por aliciamento de menores e pornografia infantil, mas segue solto.

denuncia5

© fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Estrela de comerciais por 14 anos, homem Marlboro morre sem nunca ter fumado