Cobertura Hypeness

A exposição individual, multissensorial e INÉDITA da dupla OSGEMEOS em Nova York é um arraso

por: Gabriela Alberti

Publicidade Anuncie

Os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, mais conhecidos como OSGEMEOS, transformaram as cinco salas da Galeria Lehmann Maupin, no Chelsea, em Nova York, em uma original instalação imersiva, onde combinam desenho, pintura, colagem, escultura de mídia mista e elementos cinéticos e de áudio.

Intitulada de “Silence of the Music”, a exposição se transforma numa experiência multissensorial que instiga a imaginação humana, apresentando uma visão única dos artistas em um verdadeiro tributo à música dos anos 70 e 80.

og_lmg_2016_inst_12_hr1

og_lm22108_momentos_magicos_magic_moments_lmg_2016_inst_0

img_7078

Os novos trabalhos representam uma evolução no estilo da dupla, ao mesmo tempo em que os irmãos retomam experiências que fizeram no início da carreira com mídias diversas, além de incluir novas pinturas a óleo.

img_7066

img_7055

Cada sala da galeria reúne um agrupamento original de pinturas e objetos, cobrindo as paredes do chão ao teto, como uma instalação site-specific.

og_lmg_2016_inst_13_hr1

Logo na entrada, avistam-se telas com o estilo já conhecido dos artistas, com referência ao imaginário da cultura brasileira e suas tradições, além de sinais de um novo momento artístico, mais geométrico e limpo.

img_7033

img_7036

img_7038

img_7039

img_7040

osgemeos-silence-of-the-music-lehmann-maupin-designboom-02

Já em outra sala, Gustavo e Otávio cobriram as paredes com referências à cultura hip hop, incluindo ícones do bboy como Ken Swift, uma colaboração com o artista Doze Green a partir de uma fotografia de Martha Cooper, além de pinturas em formato de boomboxes com alto-falantes embutidos.

captura-de-tela-2016-09-14-as-23-37-19

img_7056

img_7059

img_7060

img_7061

img_7064

img_7065

img_7071

img_7072

img_7075

img_7076

og_lmg_2016_inst_15_hr1

Há também a sala da obra O Beijo, toda pintada em tons brilhantes que lembram um dia ensolarado. O local contém uma escultura ancorada no meio do ambiente, que representa o masculino. No teto, diretamente sobre ela, outra escultura retrata o feminino, que aparenta beijar a estátua abaixo, acionando então a música que é tocada no ambiente, como se fosse uma grande caixinha de música.

img_7046

img_7048

Essas imagens e suas instalações têm como principal objetivo evocar um estado de sonho lúcido, capacitando o público a considerar as vastas possibilidades de interpretação do próprio subconsciente. E consegue! Se você estiver de passagem por Nova York, não deixe de conferir a exposição, que fica em cartaz até 22 de outubro.

img_7045

img_7067

Galeria Lehmann Maupin

536 West 22nd Street – NYC

Terça a sábado, das 10h às 18h

Entrada grátis

Todas as fotos © Gabriela Alberti/Max Yawney

coberturahype

Publicidade


Gabriela Alberti
Aquariana, curitibana, canhota e (só um pouco) teimosa. Curiosa desde o berço, tô sempre em busca de novidades, da senha do wi-fi, de novas séries para virar o fim de semana e de passagens promocionais para, quem sabe um dia, dar a volta ao mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Mas esse ano eu não morro’: Clássico de Belchior é atualizado por Emicida e Pabllo Vittar