Debate

Justiça europeia emite sentença contra cosméticos testados em animais

por: Redação Hypeness

Países membros do bloco europeu agora podem proibir a comercialização de cosméticos testados em animais dentro de seus territórios, mesmo que os produtos que tenham sido fabricados e testados fora do território europeu. Foi o que decidiu a Corte de Justiça da União Europeia nesta quarta-feira, a partir de uma consulta realizada pela Alta Corte de Justiça da Inglaterra.

Coelho vítima de testes cosméticos Coelho vítima de testes cosméticos

As leis europeias já proíbem atualmente a venda de cosméticos testados em animais, mas membros da Federação Europeia para os ingredientes cosméticos (EFFCI) haviam efetuado testes em animais fora do continente, para produtos a serem vendidos na China e no Japão. A entidade então abriu uma consulta para saber se esses membros ainda assim sofreriam sanções.

Protesto na espanha contra os testes em animais Protesto na Espanha contra os testes em animais

Para resolver o impasse, a Corte inglesa consultou a justiça máxima da União, que emitiu sua decisão impondo as sanções também em tais casos.

teste1

“O direito da união não faz qualquer distinção baseada no lugar onde foi efetuada a experimentação animal”, declarou a corte, dando um firme passo para abolir uma prática evidentemente cruel e desnecessária. Ao proibirmos todo e qualquer tipo de mal trato animal, iluminamos um pouco nossa condição essencial – a humana.

teste3

© fotos: divulgação/Reuters

Recentemente o Hypeness mostrou que uma pele artificial pode substituir os testes em animais. Relembre.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Capa apenas com empreendedores brancos mostra que jornalismo não encara o racismo