Inspiração

O amor desse casal sírio venceu guerras, leis, preconceitos, asilos políticos e a distância

por: Redação Hypeness

Ser homossexual em um país como a Síria é se ver triplamente condenado: pela lei do país, que não permite “atos sexuais não naturais” (com pena de até 3 anos de cadeia), condenado à morte pelo doentio regime imposto pelo Estado Islâmico e expulsos da própria comunidade por suas famílias e tribos. Por isso, quando Nader e Omar se conheceram e se apaixonaram em uma boate gay de Istambul, refugiados da Guerra Civil na Síria, ambos já haviam passado por muita coisa. Enfim felizes, os dois passaram a viver juntos imediatamente.

on9

Foi quando o pedido de asilo político de Nader foi aceito pela agência de auxílio aos refugiados da ONU, para viver na Noruega. Numa agridoce sensação de felicidade pelo futuro de Nader, e dúvida pelo futuro do casal (não havia notícia alguma sobre o pedido de asilo feito por Omar). Ainda que estivessem noivos, a ilegalidade do casamento homossexual tanto na Síria quanto na Turquia impediu que os dois entrassem com um pedido conjunto de asilo.

O pedido de casamento em uma festa O pedido de casamento em uma festa

Nader deixava, em Istambul, um emprego, amigos, um apartamento, dividido com seu amor, para viver em Bergen, por um futuro melhor porém incerto.

on8

on7

on10

Por mais que se falassem diariamente, não havia garantia alguma de que o casal poderia voltar a viver juntos. Até que veio a tão esperada boa notícia: o pedido de asilo de Omar para a Noruega havia finalmente sido aceito. Imediatamente, Nader começou os preparativos para a chegada de seu noivo.

on12

on6

Com uma rosa nas mãos, Nader foi ao aeroporto esperar por Omar. Em lágrimas, depois de meses de separação, o reencontro enfim se deu, e Nader levou Omar ao seu novo lar – especialmente decorado com um coração e as iniciais N e O para recebe-lo.

on11

on2

on5

on1

Já em seu primeiro dia na Noruega, Omar ilustrou a profunda alegria que o invadiu: “Vê só, nem tive que vir de barco e caminhar pela Europa — vim de avião! Quando ele decolou, dei graças a Deus!”.

on15

Em uma múltipla e fluida noção identitária – homossexual e muçulmana, entre as tradições sírias e a bandeira do arco-íris – o casal enfim deu as mãos novamente sob um teto comum, para um igualmente comum final feliz.

on16

on14

on4

© fotos: Bradley Secker

 

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Filha de diarista de 9 anos é classificada para Bolshoi e família arrecada dinheiro para viagem