Debate

Aos 7 anos, meninas já sentem pressão por ‘corpo perfeito’, não se acham ‘boas o suficiente’ e têm vergonha da aparência

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Uma pesquisa recente realizada pela organização britânica Girlguiding aponta dados assustadores sobre a autoimagem de crianças e adolescentes do sexo feminino. Segundo o estudo, apenas 61% das meninas entre 7 e 21 anos se sentem felizes com sua aparência – em 2011, esse número era de 73%, o que representa uma queda significativa.

Entre os 7 e os 10 anos, 25% delas já se sentem pressionadas a ter um corpo “perfeito” e 15% se sentem envergonhadas em relação à sua aparência. Apesar de assustador, as próprias meninas sabem muito bem explicar o que as leva a pensar dessa maneira: um terço das garotas dessa faixa etária disseram que as pessoas faziam parecer que a coisa mais importante a respeito delas era sua aparência.

menina1

Foto: Michael Mins / Foto destaque: Annie Spratt

Entre aquelas que têm entre 7 e 8 anos, 29% acreditam que as mulheres são julgadas mais pela aparência do que por suas habilidades – e esse número chega a 41% entre as meninas de 9 a 10 anos. Talvez por isso mesmo, mais da metade das meninas entre 7 e 10 anos não se sentem boas o suficiente e 38% das meninas dessa idade não se sentem bonitas o suficiente. 🙁

menina2

Foto: Seabass Creatives

O estudo ouviu mais de 1.600 meninas entre 7 e 21 anos e trouxe outro ponto importante destacado pelas participantes. Elas disseram à organização que a coisa mais importante a ser mudada para melhorar suas vidas é deixar de julgar as mulheres pela aparência.

O vídeo abaixo mostra mais alguns pontos que surgiram com a pesquisa (em inglês):

 

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Empreendedor brasileiro anuncia ‘vaga’ de namorada e trabalho no Tinder com salário de R$ 1,2 mil