Debate

Bolsistas criam página pra denunciar preconceito de professores na PUC RJ

por: Redação Hypeness

Oferecer acesso à universidade para pessoas que não podem arcar com os custos de uma faculdade privada é importante. Porém, tão importante quanto, é garantir que estes alunos se sintam acolhidos dentro do ambiente universitário – o que nem sempre ocorre. Foi para denunciar o preconceito dentro das instituições de ensino que um grupo de estudantes bolsistas criou a página Bastardos da PUC-Rio.

A página existe desde setembro e reúne mais de 8 mil curtidas. Diariamente, os alunos publicam histórias recebidas por outros estudantes da universidade que sofrem preconceito por serem pobres, negros ou viver em áreas afastadas da cidade.

O próprio nome da página é uma referência à expressão usada pelas pessoas formadas na instituição, que se intitulam “Filhos da PUC“. Como grande parte dos estudantes bolsistas não se sente acolhida na universidade, a brincadeira foi justamente lembrar que eles são os “bastardos”.

Mesmo assim, engana-se quem pensa que o grupo é formado por uma minoria de estudantes. Segundo matéria da BBC, mais da metade dos alunos da universidade são bolsistas. Apesar do número expressivo, isso não significa que estes estudantes sejam reconhecidos e acolhidos no ambiente universitário, como mostram os inúmeros casos de preconceito contados na página.

Espia só algumas destas histórias:

Todas as fotos: Reprodução Facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mãe recusa glamourização do autismo e causa polêmica: ‘Nunca desejaria a ninguém’