Debate

Campanha erra ao sugerir ‘greve dos homens’ para pressionar mulheres a fazerem exame preventivo de câncer

por: Tuka Pereira

É fácil identificar iniciativas motivadas de verdadeiras boas intenções daquelas que desejam, desesperadamente, pegar carona em algum movimento que está em evidência. Um vídeo criado pela para a marca masculina Aramis é um ótimo exemplo do segundo grupo.

Em uma tentativa de apoiar o movimento Outubro Rosa no qual a pauta principal é a prevenção contra o câncer de mama, um vídeo intitulado “#GreveDosHomens” mostra, conforme descrição da agência responsável, “homens que se recusam a fazer aquilo que mulheres sempre pedem para eles fazerem, enquanto elas não fizerem um exame preventivo”.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=FdHvKIfiqeg”]

A campanha que ainda inclui um manifesto e posts nas redes sociais, também incentiva os homens a postarem o que não farão e a usarem a hashtag.

greve-dos-homens-convite

A partir do vídeo temos certeza de ao menos duas coisas. A primeira delas é que os envolvidos na campanha (acredite, há mulheres neste grupo!) não entendem absolutamente nada de mulheres, empoderamento e equidade de gênero.

Já a segunda coisa é impossível ignorar. Caso os idealizadores da campanha tivessem feito a lição de casa se deparariam com um fato importante. Os números não mentem, mulheres vivem mais do que os homens por um simples motivo: vamos mais ao médico, fazemos mais exames e cuidamos da nossa saúde com mais frequência. E isso, amigos, é mais uma consequência do machismo.

campanha_interna

E para terminar, como se não bastasse, a ideia infeliz ainda tira (mais uma vez) o protagonismo e autonomia das mulheres num assunto em que ambos são inalienáveis: a saúde. Será mesmo que os homens vão continuar dizendo o que nós mulheres devemos ou não fazer? Em especial com o nosso corpo? A gente até entende que a intenção foi boa, mas migos, deu errado.

Portanto, podem usar a camisa do time a vontade, podem usar gírias o quanto quiserem, podem deixar a barba crescer até o umbigo, pois não estamos interessadas neste tipo de homem que aparece no vídeo. Câncer de mama é assunto sério e merece, ao menos, ser discutido de maneira que possa fazer alguma diferença para as mulheres.

* Imagens: Reprodução Youtube

Publicidade


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Mulher pode ganhar R$ 1,4 milhões por 6 kg de ‘vômito de baleia’ encontrado em praia