Matéria Especial Hypeness

Empresa pernambucana revoluciona a prevenção a doenças e epidemias através da tecnologia colaborativa

por: Redação Hypeness

A ideia é simples, mas o impacto é enorme: utilizar a insaciável sede por dar e receber informações em tempo real que as redes sociais nos trouxeram para evitar, controlar e informar sobre epidemias e, assim, impactar positivamente na saúde de maneira geral. Foi essa premissa que fez da startup Epitrack, de Pernambuco, a grande vencedora do último concurso The Venture Brasil, o braço brasileiro da maior competição de empreendedorismo social do mundo, realizado por Chivas Regal.

O concurso, que conta com suas inscrições abertas para sua nova edição até dia 30 de outubro , procura novas empresas que ofereçam algo de positivo para a sociedade além dos lucros ou do sucesso da empreitada. Ou seja, a ideia é ajudar aqueles que, além de movimentar a economia, também transformam o mundo ao seu redor. A plataforma de participação coletiva criada pela empresa pernambucana levou a disputa no Brasil, oferecendo uma rede em que usuários possam dividir sintomas e outras informações importantes sobre eventuais doenças epidêmicas.

epitrack10

Segundo o biomédico e sócio fundador da Epitrack, Onicio Leal, o resultado da reunião de tais informações poderá ser calculado objetivamente, podendo antecipar em até duas semanas o aparecimento de surtos ou epidemias que, sem a plataforma de crowdsourcing, provavelmente só seria devidamente documentada quando a doença já estivesse em grau bastante mais avançado de disseminação. O uso desse tipo de plataforma, que permite a colaboração direta entre pessoas, pode ajudar a combater, no futuro, o ressurgimento de crises que tanto impactam o Brasil, como os casos de microcefalia a partir do vírus Zika, e da própria dengue, transmitidos pelo mosquito Aedes aegypti.

epitrack1

Para Onicio, a participação no concurso foi fundamental para a confirmação de que sua empresa estava no caminho certo, e como fomento de fato para o desenvolvimento de sua tecnologia. “O The Venture é mais que uma competição de startups de impacto social. É um movimento de fomento ao empreendedorismo com propósito”, afirma o biomédioco. “A oportunidade que empresas jovens como a minha tem de aprender com toda a estrutura que oferecem como a aceleração em Oxford/Londres, o pitch coaching, crowdfunding e a visibilidade na mídia é inestimável”.

epitrack11

O surgimento da Epitrack em Pernambuco não é por acaso: o estado é um dos mais abalados por tais surtos e epidemias, tendo enfrentado recentemente centenas de casos de microcefalia possivelmente derivados do Zika. Com um aplicativo como o Epitrack, a velocidade com que órgãos de controle podem identificar e combater a disseminação da doença pode ser o ponto de diferença entre casos isolados e uma epidemia. A necessidade objetiva e urgente, portanto, foi um dos mais importantes combustíveis para o surgimento da empresa.

epitrack6

Mas o nascedouro de fato da Epitrack foi a dissertação de mestrado de Onirio – e assim começou a startup, a partir de um grupo de pesquisa da unidade pernambucana da Fundação Oswaldo Cruz. Juntaram-se a Onirio, agora doutorando em saúde pública, Jones Albuquerque, PhD em computação e seu co-orientador no mestrado e, em 2014, a epidemiologista Juliana Perazzo. Hoje a equipe principal conta com 12 profissionais, incluindo Douglas Queiroz, um especialista em desenvolvimento mobile, Mariana Nacarato, publicitária e especialista em branding, e Pedro Borges, o designer do grupo.

O teste para o funcionamento de uma plataforma com essa natureza e função foi logo de cara um evento de porte global: a Copa do Mundo, em 2014. Competições de grande escala como a Copa, por conta do enorme fluxo de turistas advindos do mundo inteiro, são pratos cheios para a potencial propagação em tempo recorde de doenças epidêmicas.

epitrack9

A empresa se lançou em um teste no Mundial com o app Saúde na Copa. Segundo Onirio, essa foi “a primeira plataforma de vigilância participativa em eventos de massa no mundo”. 10 mil downloads depois – e mais milhares de notificações de todo tipo e em tempo real, como febre, diarreia, dores de cabeça, alergias ou dores nas articulações – e, com o sucesso confirmado, o dinheiro de investidores no app da Copa foi o capital inicial para a Epitrack.

epitrack8

Em parceria com a Skoll Global Threats Fund, de São Francisco, nos EUA, a Epitrack elaborou um novo app, upgrade do Saúde na Copa, chamado Guardiões da Saúde, para detectar epidemias de síndromes respiratórias, diarreicas e exantemática, como sarampo e rubéola.

epitrack2

Mas a ideia é não restringir o uso a quem já possua sintomas, mas fazer dos aplicativos da Epitrack uma fonte inesgotável de informações sobre saúde pública, transformando-os em uma espécie de Waze das doenças – da mesma forma que todos querem saber onde está o engarrafamento, todos poderem saber onde estão as epidemias, e combate-las.

epitrack5

epitrack3

O Guardiões da Saúde foi doado ao Ministério da Saúde, e o inevitável sucesso já começou a dar as caras na empresa, que teve, em 2015, o faturamento bruto de mais de 2 milhões de reais. A soma de iniciativas incentivadoras (tanto no reconhecimento quanto financeiramente) como o The Venture é fundamental para que inovações colaborativas, que possam realmente transformar o mundo, possam surgir e se afirmar, mas nada seria possível se esse não fosse também o próprio espírito que guia as criações na empresa.

epitrack7

“O funding o qual concorremos é muito importante para a tração dos negócios, mas não seria vital se aliado a isto não houvesse uma motivação que é continuar impactando positivamente vidas”, afirma Onicio, para em seguida resumir em uma frase o sentido que esse tipo de empreitada revela, como o melhor futuro para o empreendedorismo e as inovações tecnológicas: “Isso tudo traz um novo significado de sucesso onde não basta vencer, mas sim vencer do jeito certo”.

epitrack4

O app Guardiões da Saúde está disponível para Android e Mac. E lembre-se: se você reconheceu a sua empresa nas premissas que levaram a Epitrack a vencer o concurso, e acha que sua startup pode movimentar a economia impactando positivamente a sociedade e seu meio, as inscrições para a nova edição do The Venture Brasil estão abertas. Se você e sua empresa querem uma ajuda para mudar e melhorar o mundo, é bom correr: O prazo de inscrição vai até o dia 30 de outubro.

© fotos: divulgação

 selo artigo patrocinado

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Escola baiana há mais de 20 anos usa meditação para melhorar concentração de alunos