Inspiração

Estes brasileiros são a prova de que o esporte pode transformar vidas

por: Redação Hypeness

Eles encontraram no esporte e, principalmente no desejo de vencer, o sentido para suas vidas. São brasileiros que viveram trajetórias diferentes, mas em realidades próximas, de muita batalha, poucas oportunidades e um propósito real.

Acompanhe aqui histórias de superação protagonizadas por atletas que transformaram seu destino com sonho e suor:

Lohaynny e Luana Vicente – Badminton

getty-images Foto: Getty Images

As irmãs Lohaynny e Luana Vicente cresceram em meio à violência. Não só porque moravam no Complexo do Chapadão, e por vezes acordavam de madrugada com o barulho de tiros, mas porque seu pai era um dos líderes do tráfico de drogas no local.

Elas deixaram a região em 2002, quando o pai foi morto em confronto com a polícia. Conheceram o badminton na comunidade da Chacrinha e recomeçaram a vida. Luana diz não saber o que seria das duas se não fosse o esporte. Hoje, elas são profissionais, ganharam juntas a medalha de prata no Pan-Americano de Toronto e Lohaynny se tornou, no Rio, a primeira brasileira a competir no badminton em Jogos Olímpicos.

Rafaela Silva – Judô

Foto: Marco Galvão/Folhapress Foto: Marco Galvão/Folhapress

Moradora da Cidade de Deus, a menina Rafaela Silva vivia nas ruas da comunidade quando criança. Soltava pipa, jogava bola – seu esporte preferido na época – e arrumava encrencas de vez em quando. Preocupados com o tempo que ela passava na rua, seus pais a colocaram para treinar judô no Instituto Reação, criado pelo ex-atleta Flávio Canto.

O talento de Rafaela chamou a atenção do técnico, que pediu que seus pais a incentivassem a deixar o futebol para focar no judô. Rafaela era favorita a medalha na Olimpíada de Londres, mas foi eliminada por um golpe ilegal. Recebeu xingamentos, inclusive racistas, na internet, quase desistiu do esporte, mas deu a volta por cima e subiu ao topo do pódio nos Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

César – Futebol

cesar Foto: Reprodução

Aos 20 anos, o lateral-esquerdo César estava iniciando a carreira no Juventus, de São Paulo. A ambição o fez participar de um assalto ao dirigente do clube que levava R$ 100 mil para pagar um prêmio aos atletas. Informante dos ladrões, ele foi preso e só saiu em 1999.

Mas o esporte ajudou na volta por cima. Arrependido, César apostou no bom comportamento e teve a pena reduzida. Retomou a carreira, ganhou destaque no São Caetano, vice-campeão brasileiro em 2000, teve passagens pela seleção brasileira, jogou nas italianas Lazio e Internazionale e também no Corinthians.

Bárbara Timo – Judô

Foto: Reprodução/Youtube Foto: Reprodução/Youtube

Bárbara Timo começou na ginástica artística, mas, aos oito anos, migrou para o judô, por conta do incômodo que os impactos causavam em seus joelhos. Ela se apaixonou rápido, especialmente por causa das amizades que surgiram nos primeiros treinamentos.

Quando tinha 16 anos, Bárbara perdeu a mãe. Foi o momento mais difícil de sua vida, mas o judô a salvou. “Eu tinha duas opções, ou ir para um lado sombrio ou seguir no judô. Foi ele que me seguiu”. A carreira da atleta inclui quatro títulos, três do Troféu Brasil e outro em uma edição do Grand Prix, campeonato mundial por equipes.

O Grupo Algar, formado por empresas com atuação nas Tecnologias da Informação e Comunicação, Serviços, Turismo e Agronegócios, sabe do poder do esporte e da importância de incentivar os atletas. Por isso criou a iniciativa Show de Bola, lançada neste ano, destinada a patrocinar projetos relacionados ao esporte.

Participam o Santos Futebol Clube – escolhido por ter série de práticas e ações que são compatíveis aos valores do Grupo, como a vocação para revelar talentos, o Flamengo Olímpico Coletivos – que compreende atletas olímpicos e paraolímpicos do clube, incluindo Bárbara Timo -, o Voleibol Campeão Infanto – projeto para meninas com idade entre 12 e 16 anos em Uberlândia (MG) – e o Craques do Futuro 5, que envolve categorias de base do Uberlândia Esporte Clube.

Uma iniciativa que tem como princípio a inclusão social, melhorar a qualidade de vida e gerar oportunidades por meio do esporte. 🙂

selo artigo patrocinado

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Após 12 anos internada jovem de 14 anos tem alta e vai para casa pela primeira vez