Fotografia

A magia e a libertinagem das polêmicas fotografias surrealistas de William Mortensen

por: Redação Hypeness

Manipulador, mentiroso, infantil, cafona, excessivamente romântico, até mesmo diabólico – assim era visto o fotógrafo americano William Mortensen e seu trabalho. Hoje reconhecido pelo desenvolvimento de técnicas importantes em manipulação de imagem e pelo impacto estético de suas imagens, Mortensen, ao longo da primeira metade do século XX, chegou a ser chamado de “o anti-cristo” – tudo por conta de suas fotos românticas, eróticas e um tanto surrealistas das atrizes, atores e dos filmes de Hollywood entre os anos 1920 e 1940.

mortensen13 mortensen12 mortensen11

Baseado no estilo pictórico, Mortensen procurava reproduzir dramáticos efeitos das pinturas românticas em suas fotos. A oposição dos puristas e o surgimento do fotojornalismo realista colocou Mortensen na época como uma das mais polêmicas e provocadoras figuras da história da fotografia.

mortensen10

mortensen9

Mortensen fazia tudo que as tendências, o bom senso, a academia e o mercado dizia que não deveria ser feito. Por isso, quando da sua morte, em 1965 (aos 68 anos), seu trabalho estava esquecido – mas é por isso também que hoje ele é comemorado.

mortensen8

mortensen7

mortensen6

mortensen5

Mortensen lançou uma série de livros sobre fotografia e manipulação fotográfica Mortensen lançou uma série de livros sobre fotografia e manipulação fotográfica

mortensen3

mortensen2

mortensen1

© fotos: William Mortensen

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Série de fotos homenageia um dos lugares mais instagramáveis do mundo: os campos de lavanda do sul da França