Debate

Concurso de beleza faz história ao ser o primeiro exclusivo para albinos em um país onde eles são perseguidos

por: Redação Hypeness

Concursos de beleza mundo afora não costumam ser os eventos mais inclusivos, mas há alguns que escolhem outro caminho e ajudam a transformar nossas percepções de beleza. No Quênia, por exemplo, um concurso de beleza exclusivo para albinos tem ajudado a combater o estigma e os abusos que as pessoas com essa doença genética sofrem cotidianamente.

14448829_1472101296139626_3305078290371640024_n

O albinismo causa uma redução na quantidade de melanina e pigmento na pele, cabelo e ou nos olhos. Por isso, principalmente no Quênia, as pessoas com albinismo muitas vezes enfrentam abusos e violência, já que a diferença no tom de pele não é bem vista por lá. Além disso, há casos ainda em que as pessoas com albinismo são rejeitadas pelo pai, por este achar que foi traído pela mãe.

14359072_1472091369473952_3372334297711578130_n

Em alguns países africanos, a situação é ainda pior. Há quem acredite que as pessoas com albinismo têm poderes mágicos, por isso suas partes do corpo são cobiçadas no mercado clandestino, onde são vendidos por milhares de dólares. Em abril deste ano, a Anistia Internacional denunciou o assassinato de um bebê albino no Malaui.

14344959_1467521569930932_313930709917019496_n

Para tentar desmitisficar a condição genética dessas pessoas, a Kenya Albinism Society organizou o concurso de beleza ‘Mr. and Miss Albinism Kenya‘, realizado no fim de outubro. Vinte homens e mulheres com albinismo disputaram o título, tendo que desfilar na passarela, dançar e cantar para o público. Ao final, foram coroados Jairo Ong’etta e Loise Lihanda.

14670711_1067239976727947_993821342939700753_n

Todas as fotos: Reprodução/Facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Humor de alguém tirando sarro do outro não faz muito sentido para mim’, diz Monica Iozzi