Inspiração

Marca de lingerie faz funcionários do sexo masculino usarem ‘seios’ por um dia

por: Redação Hypeness

Qualquer mulher que tenha seios grandes sabe bem como eles são pesados: os volumosos podem chegar a mais de 6 kg em casos de gigantomastia. Para que seus funcionários homens conhecessem esta desconfortável sensação, a marca de lingerie PrimaDonna (especializada em sutiãs de tamanho grande) decidiu que eles deveriam usar um acessório tão pesados quanto seios de verdade.

As costureiras da empresa entraram em ação e confeccionaram uma engenhoca parecida com um suspensório e com dois pesos de 1,5 kg (no total) na altura do peito. No dia batizado de “Internacional E-Cup Day for Men” (algo como “dia internacional dos seios grandes para homens”) eles vestiram o acessório e o usaram durante todo expediente.

O resultado foi gravado em um vídeo que mostra os funcionários demonstrando verdadeiro incômodo por conta do peso extra que passaram a carregar. Um deles chega até a ‘descansar’ seus seios improvisados sobre a mesa para se livrar do peso.

primadonna-hed-2016

primadonna-lingerie-e-cup-day-for-men-600-47160

Dezenas de estudos confirmam o desconforto físico que uma mulher sofre se estiver usando um sutiã mal ajustado, especialmente as que possuem seios grandes. Dor nas costas, problemas de pescoço por causa de má postura, dores de cabeça devido às tiras que são muito apertadas, até mesmo problemas de estômago ou intestino podem ocorrer. Elas não deveriam sofrer“, disse o CEO da empresa, Ignace Van Doorselaere, em comunicado à imprensa.

Assista o vídeo completo da campanha:

* Todas as fotos: Reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Lady Gaga financia projetos de educação em áreas de recentes massacres nos EUA