Debate

Para proteger a vida nos oceanos, Reino Unido vai banir micropartículas plásticas de cosméticos

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

A ideia de lavar o rosto, escovar os dentes ou esfoliar o corpo com minúsculos pedaços de plástico parece uma péssima ideia, correto? Mas é exatamente o que a indústria de cosméticos oferece, através daquelas microesferas, que supostamente possuem poder esfoliante e de limpeza, e que ainda decoram os cremes com cores e brilhos. Acontece que tais micro plásticos estão fazendo mal não só para seus dentes e pele, como para o meio ambiente.

Young cheerful woman having morning hygiene in bathroom

Scrub Sample isolated on white

Para evitar que escovar os dentes os passar um creme se torne um ato de poluição que o Reino Unido decidiu por banir os micro plásticos de todos os seus produtos até o fim de 2017. Alguns dos micro pedaços de plástico são visíveis a olho nu, mas boa parte é tão pequena que sequer podemos enxergar.

micro7

Tais partículas descem pelo ralo e, de tão pequenas, passam pelas filtragens e chegam até os rios e oceanos; peixes, mexilhões e outros animais marinhos os confundem com comida e os ingerem, afetando a reprodução e o crescimento de tais animais. Estão sendo estudados os efeitos do consumo humano de tais peixes afetados pelos micro plásticos.

Algumas partículas podem acabar presas nos dentes ou gengivas, precipitando problemas dentários Algumas partículas podem acabar presas nos dentes ou gengivas, precipitando problemas dentários

Para se ter uma ideia da extensão do problema, um banho tomado pode emitir aos mares e rios até 100 mil partículas de plástico, chegando aos estômagos dos animais marinhos, e produzindo reações tóxicas nesses animais. Os resíduos podem ser encontrados em toda parte, e até mesmo no oceano ártico foi detectada a forte presença dos micro plásticos.

micro6

Uma petição foi assinada por quase 400 mil pessoas no Reino Unido, pedindo a proibição de seu uso, e diversos estados europeus já propuseram à União Europeia que a proibição se estendesse a todo o continente. Segundo o Greenpeace, a decisão britânica é muito bem vinda, mas segue fundamental que a proibição seja generalizada, incluindo diversos outros produtos como detergentes, sabões e materiais de limpeza.

micro1

Os responsáveis pelas campanhas afirmam que a pessoa que quiser evitar os microplásticos não deve comprar produtos contendo Polietileno (PP), Polipropileno (PP), Polietileno tereftalato (PET), Acrílico ou Polimetil-metacrilato (PMMA), Politetrafluoretileno (PTFE) ou nylon. Basta ler tais nomes para se ter a certeza de que utilizar essas químicas no próprio corpo (ou indiretamente oferece-los como alimento para animais marinhos) é uma péssima ideia.

micro2

© fotos: getty images/divulgação

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Aprovação de Bolsonaro cai 15 pontos com pior início de governo desde Collor, diz Ibope