Inspiração

Alunos da PUC-Rio se unem e arrecadam R$ 10 mil para ajudar vendedor de bolos

por: Redação Hypeness

Quem frequenta o campus da PUC, no Rio de Janeiro, conhece ou ao menos já viu um vendedor de bolo que, faça chuva ou faça sol, se faz presente na entrada da universidade, vendendo bolo e repetindo a palavra “bolo” como um mantra para quem entra e sai.

Morador da comunidade de Rio das Pedras, Seu Haroldo tem 64 anos e passou a vender bolos na entrada da PUC por sugestão de seu filho, que estuda na instituição. Seu Haroldo só vai embora depois de vender o último pedaço de bolo.

As férias da universidade, porém, significam o fim do pouco sustento que a venda de bolo lhe traz. Um dos estudantes e consumidores fiéis do bolo decidiu criar o “Natal do Seu Haroldo”, e convocou que os estudantes doassem uma quantia para garantir esse período sem rendimento para o vendedor. Conforme a fama de Seu Haroldo e de seus bolos começaram a crescer na PUC, os fregueses passaram a não aceitar troco, e as doações foram crescendo.

 haroldo1

Três dias depois do início da arrecadação, o cheque de 10 mil reais foi entregue ao Seu Haroldo. A felicidade do vendedor foi contagiante, dividida com a dedicação do filho em estudar para melhorar a própria vida.

O dinheiro irá ajudar a filha, a mulher (que não está bem de saúde), e as dívidas que possui. Seu Haroldo foi embora cumprimentando cada um dos vendedores e conhecidos, como diariamente ele faz, mas com especial alegria pelo dinheiro que arrecadou de sua própria simpatia e talento, mas também pela empatia e o compromisso das pessoas que ele próprio cativou.

© fotos: facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cachorro cego é só amor e alegria após ganhar cão-guia para chamar de seu