Empreendedorismo

Estas 3 empresas são a prova de que o empreendedorismo pode transformar o mundo

Redação Hypeness - 02/12/2016

No dicionário, empreendedor significa “aquele que sabe identificar as oportunidades e transformá-las em uma organização lucrativa”. É, ainda segundo a letra fria do léxico, um “indivíduo criativo, inovador, arrojado, que estabelece estratégias que vão delinear seu futuro”. E, ainda que todas essas definições estejam certíssimas, hoje elas parecem pouco.

chivasf14

Responsabilidade social, ética, consciência comunitária e outros compromissos que ajudem a fazer do mundo um lugar melhor tornaram-se elementos fundamentais de um bom empreendedor. Foi para encorajar esse espírito que a marca Chivas Regal criou o The Venture – um concurso global para premiar empresas empreendedoras comprometidas com sua atuação social.

O concurso existe desde 2014 e acontece 32 países de 6 diferentes continentes. No ano passado foram 2.500 empresas inscritas, 27 selecionadas e mais de 1 milhão de dólares a ser fracionado entre as empresas finalistas, de acordo com o desempenho na etapa final. O lema do The Venture, que explica o espírito de toda a empreitada e se alinha com o espírito de Chivas Regal, é direto ao ponto: vença do jeito certo.

chivasf12

“Há três anos, começamos uma busca incansável por negócios comprometidos a transformar a realidade de pessoas ao redor do mundo. Acreditamos que os empreendedores por trás de cada um desses projetos têm, em si, a essência de algo valioso para nós: o sucesso e a generosidade” afirmou Flavia Molina, diretora de marketing da Pernod Ricard Brasil, responsável pela marca Chivas Regal.. E o The Venture 2016 chega a sua fase final, com três empresas disputando o pitching em busca do aporte financeiro que pode transformar seu empreendimento. São elas a Hand Talk, de Maceió, a Livre, de São José dos Campos, e a Piipee, de Bento Gonçalves.

Dos 10 milhões de deficientes auditivos que vivem hoje no Brasil – representando 5% da população brasileira – quase 70% tem dificuldade em compreender o português e não sabe ler, por serem normalmente alfabetizados em Libras. É essa enorme população de “estrangeiros em sua própria terra” que o projeto Hand Talk visa impactar positivamente, através de uma plataforma de tradução que permitirá que tarefas supostamente simples, como fazer um pedido em um restaurante ou uma compra pela internet (que para esses deficientes, se torna quase impossível) se tornem enfim acessíveis.

chivasf6

Criada em 2012, a Hand Talk impulsiona essa inclusão através de um aplicativo gratuito, um tradutor de sites para libras e Projetos Especiais, como totens de autoatendimento, QR Codes acessíveis, e muito mais.

chivasf7

Se pensarmos que existem no mundo, segundo a OMS, em torno de 360 milhões de deficientes auditivos, fica claro o enorme potencial de atuação e inclusão da Hand Talk, que pode replicar o mesmo modelo para cada uma das mais de 200 línguas de sinais que existem no mundo, permitindo de forma mais eficiente e direta a participação social dessa população – premissa garantida por lei mas tão pouco e mal realizada.

chivasf2

A mesma operação de inclusão e benefício a deficientes é oferecida pela Livre, empresa de São José dos Campos, no estado de São Paulo e segunda finalista do The Venture. A transformação oferecida pelos produtos da Livre, porém, não é nada virtual, sendo tão real quanto o vento batendo no rosto e a possibilidade de ir e vir para o deficiente físico. A Livre desenvolve equipamentos que ampliam a mobilidade e, com isso, resgatam a autoconfiança e a liberdade dessas pessoas através do Kit Livre.

chivasf4

Trata-se de um equipamento motorizado que, acoplado à cadeira de rodas, transforma-a em uma espécie de triciclo elétrico. Assim, andar sobre calçadas danificadas, terrenos irregulares, arenosos ou gramados, torna-se mais fácil e interativo.

Os irmãos Júlio e Lúcio Oliveto, criadores do Kit Livre Os irmãos Júlio e Lúcio Oliveto, criadores do Kit Livre

O Kit Livre é seguro, confortável e até divertido – um acessório portátil, dobrável, de acoplamento rápido e simples (realizado pelo próprio cadeirante), que pode alcançar até 20 km/h com autonomia de 25 km em sua bateria. Mais do que acessibilidade e liberdade de locomoção, o Kit pode ser uma transformação profunda no estilo de vida e no bem estar do usuário.

chivasf5

A terceira finalista atua em uma das questões ambientais mais urgentes do mundo hoje: o desperdício de água. Seu produto evita tal desperdício justamente em um hábito diário, global e definitivamente incontornável: o xixi. Trata-se da Piipee, empresa de Bento Gonçalves, no Rio Grande Sul, que resolveu o problema de desperdício de água na hora de eliminar a urina dos vasos sanitários através de um aditivo químico biodegradável.

chivasf13

Essa solução química é aplicada através de um dispositivo acoplado ao vaso, que não exige reforma, elimina em 100% a necessidade de água, e reduz em 75% o consumo de água para casas, empresas, condomínios e prédios públicos.

chivasf11

O aditivo químico da Piipee, portanto, odoriza e limpa o vaso sanitário sem utilizar a água da descarga, com baixo custo e forte impacto ambiental. O trabalho da Piipee vai de encontro à necessidade urgente de se reduzir o consumo dos recursos naturais, em especial da água. Estima-se que os clientes que a Piipee já possui tenham economizado mais de 4 milhões de litros de água (numa economia total de 70 mil reais em consumo) somente em 11 meses de operação.

chivasf8

Como pode se ver, a final do The Venture será uma competição e tanto. Seja no efeito direto sobre a vida de seus usuários, seja na economia e no impacto ambiental que podem trazer como melhoria, cada empresa possui alto calibre para disputar e vencer essa final, e fazer justiça ao espírito que Chivas Regal procura na competição. “Há um desejo claro e crescente de mudança em todo o mundo, as pessoas querem apoiar e associar-se a empresas que estão fazendo mais do que apenas dinheiro.”, lembra Flavia Molina.

chvasf15

A final acontecerá em São Paulo no dia 06 de dezembro e a definição do vencedor fica a cargo do jurados: Paola Carosella, chef, Sandra Boccia, diretora da revista Pequenas Empresas Grandes Negócios, Lucas Foster, fundador do Projecthub, Onício Neto, vencedor da etapa nacional na última edição do The Venture, e representantes da Perestroika. Seja quem for o vencedor, o mundo agradece.

© fotos: divulgação

selo artigo patrocinado

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Empreendedorismo social: quando o lucro vai além do capital