Inspiração

Menina transgênero de 9 anos vai ilustrar primeira capa de 2017 da National Geographic

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie


A melhor coisa de ser uma menina é que agora eu não preciso fingir que sou um menino“. A frase que estampa a edição especial de janeiro da revista National Geographic pode parecer estranha para quem a lê desavisadamente, mas fica bem explicada quando aliada à imagem da capa, em que a menina Avery Jackson, de 9 anos, aparece em destaque.

Avery nasceu menino e será a primeira transgênero a aparecer na capa da publicação. A revista em questão é um especial sobre gênero, que ouviu mais de 100 crianças e adolescentes ao redor do mundo sobre papéis de gênero, tentando abordar a questão de uma forma ampla.

O anúncio foi feito em primeira mão pela mãe da menina, através do Twitter:

Estou tremendo tanto que mal consigo digitar. Obrigada por exibir Avery! #transébonito“, escreveu ela na rede social, em uma mensagem que foi retweetada mais de 200 vezes.

Pouco depois, foi a vez do perfil do Instagram da revista se manifestar sobre a publicação, em uma postagem que atingiu mais de 240 mil curtidas, além de diversos comentários de apoio.

Photo @hammond_robin for @natgeo “The best thing about being a girl is, now I don’t have to pretend to be a boy” says Avery Jackson who I photographed for #NationalGeographic's special issue on Gender. Delighted to see her photo on the January 2017 cover – the first time a #transgender person has appeared on the front of the magazine. My contribution to the issue is a story about 9 year old boys and girls around the world. Check out the magazine for brilliant writing from the likes of Eve Conant and @aokeowo and amazing photography from some of the greats including @stephsinclairpix, @petekmuller, @kitracahana, @johanbavman.For a few years now I’ve been documenting #LGBTQI+ stories around the world. You can see those by following @whereloveisillegal #GenderRevolution @noorimages

A post shared by National Geographic (@natgeo) on


De acordo com o Distractify, a editora chefe da revista, Susan Goldberg, comentou que um dos principais temas relatados pelas crianças ao redor do mundo foi a falta de igualdade de gêneros. Segundo ela, meninas de 9 anos de diversas regiões ainda veem seu potencial limitado apenas por terem nascido mulheres.

O especial sobre gênero deve estar disponível para compra a partir do dia 27 de dezembro. Até lá, o site da revista disponibiliza uma prévia do que será abordado na edição neste link.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Por trás das câmeras: 6 filmes que foram dirigidos por mulherões