Debate

A luta de uma mãe na justiça – e o apoio das pessoas – por causa de uma foto viral no Facebook

por: Tuka Pereira

As vezes as redes sociais nos dão a falsa impressão de estarmos cercados de amigos leais que nos conhecem e a quem conhecemos tão bem quanto. Esta sensação faz com que seja cada vez mais difícil termos discernimento sobre o que pode ser exposto e o que deve se manter reservado. Foi justamente isso o que aconteceu, em maio de 2016, com a americana Heather Whitten.

Como fotógrafa documental, ela está acostumada a enxergar cenas simples ou cotidianas com um olhar apurado. Foi assim que ela registou uma foto singela de seu marido Thomas sentado no chuveiro com seu filho Fox no colo. O garoto havia contraído salmonela e, ardendo em febre, foi posto sob o chuveiro para que sua temperatura diminuísse. Ela achou a foto tão bonita que decidiu publicar em seu Facebook.

FOX1

A foto se tornou viral e foi compartilhada cerca de 9 milhões de vezes. Aos olhos da fotógrafa e da grande maioria das pessoas, a imagem foi facilmente interpretada: ali pode ser visto um momento de amor e cuidado de um pai para com seu filho. Nada mais do que isso. No entanto, uma única pessoa não compreendeu desta forma e fez uma queixa às autoridades locais. “Thomas e eu fomos investigados pelo Departamento de Segurança Infantil do Arizona e pelo Departamento de Polícia de Sahuarita por uma série de alegações que a pessoa fez em sua carta”, contou a mãe.

A polícia não quis levar a investigação adiante, mas uma funcionária do Departamento de Segurança Infantil decidiu ir mais longe e passou os meses seguintes determinada a responsabilizar Heather criminalmente.

A única alegação que ela conseguiu fundamentar contra mim foi a de que eu teria negligenciado a supervisão de meus filhos, publicando suas fotografias na internet e assim colocando-os em um risco razoável de dano”. Segundo Heather, se o estado realmente decidir condená-la por conta disso, ela pode ser inserida no Registro Central do Arizona por 25 anos e assim seria impedida de trabalhar com crianças ou adultos vulneráveis em todo país.

Uma audiência administrativa será realizada no dia 3 de fevereiro de 2017 e Heather criou um financiamento coletivo para arrecadar fundos para pagar um advogado que garanta sua defesa (e, por que não, de seus filhos) da melhor forma. E sabe como são as histórias aqui no Hypeness? Por cada carta anônima de denúncia, um monte de pessoas se une para ajudar. E Heather conseguiu arrecada a meta em incríveis 8 horas!

HeatherCourt1

Heather e o marido Thomas possuem quatro filhos – Lillian, 7, Leena, 4, e os gêmeos de dois anos Fox e Perséfone.

Todas as fotos © Heather Whitten

Publicidade


Tuka Pereira
Jornalista há mais de uma década e 'escrevinhadora' há muito mais tempo, Tuka Pereira aborda feminismo a gatinhos fofos com a mesma empolgação. Se existe algo que gosta mais do que escrever é carimbar o passaporte. Já esteve em boa parte do mundo e todo dinheiro que ganha gasta em viagens.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Livro escrito por número 2 do PCC inspirado em GOT é confiscado por potenciais mensagens cifradas