Inovação

Este café vai oferecer uma refeição grátis para quem praticar 6 minutos de exercício

Redação Hypeness - 13/01/2017

Uma academia londrina criou um meio um tanto paradoxal para incentivar as pessoas a se exercitarem: trocar flexões, abdominais, corridas e pedaladas por comida. O conceito que o café pop up (um estabelecimento com tempo de duração estabelecido) da David Lloyd Clubs traz é exatamente esse: seis minutos de exercício para pagar por uma refeição.

DLC2

Enquanto funcionar o café se chamará Run For The Bun (Corra pelo pão, em tradução livre), e a ideia não visa “eliminar” as calorias da refeição, mas sim conscientizar as pessoas da necessidade de exercícios regulares aliados a uma refeição balanceada para nossa saúde. Incentivar trabalhadores em geral a levantarem-se de suas mesas e moverem o corpo é o norte da campanha.

DLC3

O cardápio oferecido no café é totalmente saudável, entre saladas de abacate, cuscuz com amêndoas, salmão e frango grelhado, peixes e saladas em geral.

DLC4

Depois de fazer seu pedido, o cliente começa uma intensa bateria de exercícios, entre maquinas de remo, bicicletas, agachamentos, corridas, tudo sob a devida supervisão dos professores do local. O café funcionará somente por 3 dias (entre 11, 12 e 13 de janeiro) no horário do almoço, e para entrar é preciso reservar um ingresso – e o resto é mesmo na base da flexão e do suor.

Multi-ethnic group of friends doing lunges during a workout in the gym

© fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Tapete prático garante praia acessível para cadeirantes