Debate

Esta marca criou uma ‘cerveja para mulher’ e as pessoas estão reagindo da única forma possível

por: Redação Hypeness

Não é de hoje que a separação por gênero do publico alvo de um produto sublinha e reafirma generalizações rasteiras e excludentes a respeito do que é ser homem e mulher. E por mais que a internet se levante em repúdio contra campanhas publicitárias que reforcem máximas tão velhas quanto absurdas (da mulher como ‘sexo frágil’, ou do homem como necessariamente sexista), as marcas insistem em retomar tais táticas para lançar um produto.

proibida1

A cerveja Proibida acaba de lançar uma nova linha de cerveja, batizada de Proibida Puro Malte Rosa Vermelha Mulher – uma cerveja, segundo a marca, “feita especialmente para você, mulher”.

proibida2

A reação à campanha pela internet foi imediata, e uma enxurrada de comentários em repúdio ao direcionamento da campanha tomou conta da página da cerveja e do post de lançamento.

proibida7

proibida6

proibida5

Empresas precisam de assunto para seguirem propagandeando e vendendo seus produtos, e a publicidade explora camadas subjetivas do nosso inconsciente para alcançar seu público e fazer uma marca circular. Historicamente as marcas de cerveja sempre se posicionaram como produtos para homens (e utilizaram de campanhas machistas e sexistas), apesar da certeza visível de que mulheres são uma grande fatia do público consumidor de cerveja  – basta frequentar um bar para saber – e de que é evidente que não há razão real, para além da reafirmação dessas velhas máximas machistas, para se supor que deva existir uma cerveja para mulheres.

proibida4

proibida3

É difícil compreender a razão pela qual as empresas e agências publicitárias insistem nessa tática – e talvez seja por um motivo simples e perigoso: a ideia de que não existe má publicidade, e de que falar mal de um produto ajuda o nome a circular e, por fim, o produto a ser vendido.

Enquanto diversas marcas se esforçam para criar uma adesão mais consciente e consistente de seu público (demonstrando estarem alinhados em seu discurso com uma realidade mais ampla, inclusiva e menos preconceituosa) outras parecem prisioneiras dessas velhas premissas. A Proibida, até a publicação dessa matéria, não havia feito qualquer pronunciamento sobre o assunto.

© fotos: reprodução

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Apartamento com idosa acamada e perto da morte foi anunciado em perfil de startup de imóveis