Inovação

A vitrola do futuro quer transformar a experiência de ouvir um disco de vinil

Redação Hypeness - 15/02/2017 | Atualizada em - 10/10/2018

Muito se debate a respeito da superioridade do som do vinil sobre o CD ou as mídias digitais. Tal qualidade superior das bolachas é evidente, mas para além do calor da agulha sobre o sulco – e, consequentemente, do próprio som -, dos graves que só o vinil oferece, da fisicalidade que um LP coloca no som, há um elemento incalculável porém determinante: o amor. Amor pela música, por ouvir música, pela capa do disco, pelo artista e por tudo que aquele objeto representa. Talvez seja por isso que a mais nova revolução no que diz respeito às vitrolas tenha sido batizada de Love.

Love9

Os discos são os mesmos, mas Love é realmente uma nova concepção na maneira de tocar os LPs. Ao invés de um prato girar o disco contra uma agulha parada, com Love é a agulha quem gira – o disco permanece estático. Segundo os autores do aparelho, isso diminui o atrito da agulha contra o disco – agredindo muito menos os delicados sulcos do vinil – mas mantém o calor e a qualidade de toda a experiência tradicional. A chamada anuncia Love como a “primeira vitrola inteligente do mundo”.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=GjMOrKsa3gg” width=”628″]

As maiores atrações, no entanto, são a portabilidade e as possibilidades de controle que o aparelho oferece. Com Love é possível pausar uma música, pular para a próxima ou a anterior através do seu smartphone (o sistema reconhece as faixas e a agulha se move através corpo do aparelho).

Love1

Compatível com bluetooth e wi-fi, Love, pelo visto, reúne o melhor da praticidade contemporânea com a aura e a qualidade que o passado oferece. Love vem com o aparelho, duas bases de tamanhos diferentes para os discos, e uma caixa de som – tudo com um elegante e impressionante design.

Love10

Love7

Love6

É fácil concluir que o projeto chamou a atenção do público quando ele é financiado através de um crowdfunding e, faltando 20 dias para a campanha acabar, ele já arrecadou mais de 10 vezes a meta original de 50 mil dólares. O vinil está vivo e muito bem, obrigado – agora a tecnologia é que está correndo atrás para alcançar as velhas bolachas.

Love4

Love3

Love2

Love1

© fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Warning: file_put_contents(/var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/cache/twitter-stream-hypeness.txt): failed to open stream: Permission denied in /var/www/html/wordpress/wp-content/themes/hypeness-new/functions/social.php on line 410


X
Próxima notícia Hypeness:
Daisuke Inoue, o criador do karaokê que não patenteou sua invenção – e não se arrepende