Inovação

Drones realizam show à parte na apresentação de Lady Gaga no Super Bowl

por: Vitor Paiva

As apresentações musicais realizadas no intervalo do Super Bowl, a grande final do futebol americano – e o programa de televisão mais assistido dos EUA – costumam ser verdadeiras super produções tecnológicas, estreladas pelos maiores nomes da música mundial.

Esse ano, o show de Lady Gaga trouxe uma inovação impressionante, que parece ser o futuro das luzes e pirotecnias das grandes apresentações: 300 drones que dançavam, iluminavam e desenhavam o céu ao fundo da apresentação da cantora.

GagaDrones1

A tecnologia foi desenvolvida pela Intel, e fez, no início da apresentação, que o céu estrelado se transformasse em uma enorme bandeira dos Estados Unidos. Segundo a empresa, a tecnologia permite que um computador central controle até 10 mil drones, apontando para um futuro em que esse robôs voadores poderão realmente se apresentar, como shows à parte.

Cada drone tem em torno de 30 centímetros quadrados, pesando pouco mais do que 200 gramas. Apesar do tamanho diminuto, as lâmpadas de LED que cobrem os drones permitem que até quatro bilhões – isso mesmo, bilhões – de combinações de cores sejam realizadas, junto de uma coreografia sincronizada com precisão.

GagaDrones2

Intel Shooting Star drone fleet lights up the sky behind Lady Ga

Não foi a primeira vez que a Intel realizou tal balé, mas faze-lo diante de 160 milhões de expectadores no intervalo do Super Bowl, é um novo nível – garantindo assim que todos saibam que o futuro chegou.

GagaDrones5

© fotos: reprodução

Publicidade


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Açougue verde: Salsichas com canabidiol fazem sucesso na França