Arte

Ilustrador de família muçulmana cria um mundo sem racismo, machismo, homofobia e preconceito

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Nascido em Nova York em uma família de imigrantes metade muçulmana e metade indiana, o ilustrador Mohammed Fayaz sempre teve seu modo peculiar de ver o mundo. No início, ele se expressava desenhando mulheres, em sua maioria brancas. Com o tempo, Mohammed foi abrindo sua sexualidade ao mundo e passou também a registrá-la através de seus desenhos, que mostram pessoas de diferentes etnias e orientações sexuais.

Embora as ilustrações de Mohammed sejam em sua maioria registros de cenas cotidianas, elas também têm um forte impacto político, ao tirar o estereótipo criado em torno de imigrantes e da população LGBTQ. No mundo criado por ele, essas pessoas circulam sem preocupações com nenhum tipo de preconceito.

desenho4

O artista busca usar sua voz para mostrar a vida das ignoradas pela mídia. Para isso, ele se foca no tema da intimidade, presente em ilustrações que mostram pessoas rindo juntas ou fumando maconha em um parque. É através delas que vemos o quanto o outro pode se tornar um refúgio para aqueles que são frequentemente marginalizados em nossa sociedade.

desenho

Publicidade

desenho3

desenho2

desenho1

desenho5

desenho10

desenho9

desenho8

desenho7

desenho6

Todas as imagens © Mohammed Fayaz

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Ilustrador faz releitura dos ‘Vingadores’ inspirado na arte milenar japonesa