Inspiração

Islândia se torna o primeiro país do mundo a exigir que empregadores comprovem igualdade salarial

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Nesta quarta-feira, 08 de março, data em que se comemorou o Dia Internacional da Mulher, a Islândia anunciou que será o primeiro país do mundo a fazer com que os empregadores provem que oferecem igualdade de remuneração, independentemente de gênero, etnia, sexualidade ou nacionalidade.

O governo apresentará a legislação ao parlamento este mês, exigindo que todos os empregadores com mais de 25 funcionários obtenham certificação para provar que pagam salários iguais a pessoas que possuem as mesmas funções.

O país, que tem uma população de cerca de 330 mil habitantes, quer erradicar a diferença salarial entre homens e mulheres até 2022.

Iceland-Women_Twitter

Publicidade

O ministro de Igualdade e Assuntos Sociais, Thorsteinn Viglundsson, afirmou que “é hora de fazer algo radical sobre essa questão“.

Igualdade de direitos são direitos humanos“, disse ele. “Precisamos ter certeza de que homens e mulheres desfrutem de oportunidades iguais no local de trabalho. É nossa responsabilidade tomar todas as medidas para conseguir isso“.

A Islândia foi classificada como o melhor país do mundo para a igualdade de gênero pelo Fórum Econômico Mundial, mas as mulheres islandesas ainda ganham, em média, 14 a 18% menos que os homens.

Em outubro, milhares de mulheres islandesas deixaram o trabalho às 2:38 p.m. para protestar contra a diferença salarial entre homens e mulheres. Grupos de direitos das mulheres calculam que, depois dessa hora todos os dias, as mulheres estão trabalhando de graça.

EqualIceland1

Todas as fotos: Reprodução

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Bilionário brasileiro se muda para Roraima para ajudar venezuelanos