Arte

Ouça aqui ‘Big Boys’, a primeira música do disco póstumo deixado por Chuck Berry

por: Vitor Paiva

Antes de partir, no último sábado aos 90 anos de idade, Chuck Berry nos deixou um derradeiro testemunho de uma vida inteira dedicada ao som que ajudou a criar: um último disco. Batizado simplesmente de Chuck, o disco será lançado ainda esse ano, mesmo após a morte de um dos mais importantes nomes da história do rock.

ChuckNew1

Chuck é o primeiro disco de canções inéditas lançado pelo músico em 38 anos – o anterior foi Rock It, de 1979 – e o primeiro single, “Big Boys”, pode ser ouvido aqui.

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=d8Zoh-apWRE” width=”628″]

O disco foi realizado em tributo ao amor da vida do guitarrista, Themetta “Toddy” Berry, com quem Chuck Berry foi casado por 69 anos. “Minha querida, estou ficando velho. Trabalhei nesse disco por um longo tempo. Agora posso pendurar minhas chuteiras”, ele disse, em declaração recente.

ChuckNew8

Themetta e Chuck

Reunindo material gravado entre 1991 e 2014, Chuck é, ao mesmo tempo, exatamente aquilo que se pode esperar da música de Chuck Berry e, por outro lado, um tanto mais reflexivo e pessoal que outros trabalhos. O lançamento está previsto para junho, mas o disco pode ser adquirido em pré-venda aqui.

ChuckNew6

“Big Boys” conta com a participação do guitarrista Tom Morello, do Rage Against the Machine, e do cantor e compositor Nathaniel Rateliff, soando, ao mesmo tempo, como um antigo rock de Chuck, mas com uma pitada sonora mais moderna. As letras inspiradas estão lá, e Chuck canta ainda com vigor e estilo.

ChuckNew2

Afastar os móveis, colocar ‘Big Boys’ em alto volume para tocar e dançar pela casa em um ótimo tributo a se fazer ao homem que mais colaborou para tornar o rock o mais importante fenômeno cultural do século XX, a quem o prêmio Nobel de literatura Bob Dylan respeitosamente chamava de ‘Shakespeare do rock’.

ChuckNew3

© fotos: divulgação

Publicidade


Vitor Paiva
Escritor, jornalista e músico, doutorando em literatura pela PUC-Rio, publica artigos, ensaios e reportagens. É autor dos livros Tudo Que Não é Cavalo, Boca Aberta, Só o Sol Sabe Sair de Cena e Dólar e outros amores.


X
Próxima notícia Hypeness:
Artista subverte eurocentrismo racista com retratos incríveis de pessoas negras