Inovação

Professora inclui danças africanas na grade curricular de escola pública no RJ

por: Redação Hypeness

Se uma boa educação é a porta de entrada para um futuro melhor, tanto para as pessoas quanto para o próprio país, uma educação ruim, reproduzindo estereótipos e preconceitos – como se vê tanto em escolas públicas quanto em escolas particulares – pode aprofundar ainda mais a maneira desigual e muitas vezes errada, distante dos fatos, com que, por exemplo, a cultura negra é retratada nos livros.

Cansada de ver seus próprios alunos – em sua absoluta maioria negros – reproduzindo tais paradigmas, Vanessa Guimarães, professora da Escola Municipal Anísio Spinola Teixeira, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro, decidiu se esforçar para amenizar ao menos tais distorções.

Formada em pedagogia, direito e também dança contemporânea, Vanessa decidiu estimular as afirmações de identidade de seus alunos através de jogos e dinâmicas corporais, incluindo danças africanas como parte das aulas. Além de conhecer melhor a própria cultura de onde vieram, a professora procura, com isso, ajudar seus alunos a sentirem orgulho da própria cultura e cor da pele.

Vanessa7

Maracatu, Dança afro, maculelê e os orixás tornaram-se não só temas escolares, como os caminhos encontrados por Vanessa e seus alunos para adentrarem essa viagem interdisciplinar.

Vanessa1
Foto © Vanessa Guimarães

Se alguns pais e desavisados reagiram contrários à proposta, os alunos participam felizes da vida das aulas – e alguns já pensam em tornarem-se dançarinos no futuro. Outros, que eram profundamente tímidos, através da dança passaram a conseguir se expressar e olhar de frente para o mundo – e, assim, para si.

Basta estar vivo e interessado para saber que o futuro das escolas é interdisciplinar, e que ensinar questões de identidade e gênero são o primeiro de muitos passos para construir um mundo menos preconceituoso, mais igual e livre.

Vanessa5

Vanessa4

Vanessa3

Vanessa2

© fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Réveillon de 2019 na Paulista terá fogos sem ruído pelo segundo ano seguido